fbpx

Albert Einstein e o Aneurisma

()
()

Albert Einstein morreu em 18 de abril de 1955, aos 76 anos, vítima de um aneurisma de aorta que desencadeou uma hemorragia interna, aparentemente se negando a uma segunda cirurgia. Mas a história não é tão simples assim, ele foi operado em 1949 do mesmo aneurisma pela equipe de Dr Rudolph Nissen, por uma técnica que na época era considerada atual, o wrapping, ou seja, envolvendo o aneurisma com celofane, com o intuito de causar um extenso processo inflamatório e impedir o contínuo crescimento do mesmo. De certo modo a cirurgia foi efetiva por 5 anos. Somente 10 anos depois que a cirurgia aberta tradicional de aneurisma começou a ser aplicada de forma mais ampla, pelo Dr Michael DeBakey e Dr Denton Cooley. O tratamento atual para o aneurisma de aorta abdominal poderia ser o uso de endopróteses e stents endovasculares para a exclusão completa do aneurisma.

Veja mais:

O que você achou deste artigo?

Clique nas estrelas

Média da classificação / 5. Número de votos:

Nenhum voto até agora! Seja o primeiro a avaliar este post.

Como você achou esse post útil…

Sigam nossas mídias sociais

Lamentamos que este post não tenha sido útil para você!

Vamos melhorar este post!

Diga-nos, como podemos melhorar este post?

LEIA TAMBÉM:  Caso publicado na Folha SBACV

O que você achou deste artigo?

Clique nas estrelas

Média da classificação / 5. Número de votos:

Nenhum voto até agora! Seja o primeiro a avaliar este post.

Lamentamos que este post não tenha sido útil para você!

Vamos melhorar este post!

Diga-nos, como podemos melhorar este post?

>
Rolar para cima
× Precisa de ajuda? Fale conosco! Available from 08:00 to 20:30