Embolização de miomas melhora vida sexual

Embolização de miomas
()
()

Artigo “Evaluation of Changes in Sexual Function Related to Uterine Fibroid Embolization (UFE): Results of the EFUZEN Study” publicado em março deste ano na revista CardioVascular and Interventional Radiology por equipe francesa mostrou que a embolização de miomas melhora a vida sexual das pacientes após o procedimento

Artigo muito interessante “Evaluation of Changes in Sexual Function Related to Uterine Fibroid Embolization (UFE): Results of the EFUZEN Study” publicado em março deste ano na revista CardioVascular and Interventional Radiology por equipe francesa mostrou que a embolização de miomas  melhora a vida sexual das pacientes após o procedimento, além de diminuir os miomas e melhorar os sintomas a eles relacionados.

A qualidade da vida sexual foi mensurada a partir do questionário Female Sexual Function Index (FSFI) por Rosen. Se você quiser saber o impacto dos miomas na sua vida sexual também pode preencher esse questionário. No trabalho acima referido, a melhora neste questionario ocorreu em 78% das pacientes que realizaram embolização de miomas.

 

questionário adaptado para portugues por Pacagnella et al.

O que você achou deste artigo?

Clique nas estrelas

Média da classificação / 5. Número de votos:

Nenhum voto até agora! Seja o primeiro a avaliar este post.

Como você achou esse post útil…

Sigam nossas mídias sociais

Lamentamos que este post não tenha sido útil para você!

Vamos melhorar este post!

Diga-nos, como podemos melhorar este post?

O que você achou deste artigo?

Clique nas estrelas

Média da classificação / 5. Número de votos:

Nenhum voto até agora! Seja o primeiro a avaliar este post.

Como você achou esse post útil...

Sigam nossas mídias sociais

Lamentamos que este post não tenha sido útil para você!

Vamos melhorar este post!

Diga-nos, como podemos melhorar este post?

nv-author-image

Alexandre Amato

O Dr Alexandre Amato é médico, professor de cirurgia vascular da Universidade de Santo Amaro (UNISA), e tem quatro especialidade médicas reconhecidas pelo MEC e respectivas sociedades: cirurgião geral, cirurgião vascular, angiorradiologista e ecografista. Formou-se na Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (PUC-SP) e especializou-se em vários hospitais privados e públicos em São Paulo. Aprofundou-se em cirurgia vascular em Milão, no hospital San Raffaele da Università Vita-Salute. Quando voltou, fez seu doutorado em cirurgia cardiotorácica na Universidade de São Paulo (USP). Fundou a Associação Brasileira de Lipedema para divulgar conhecimento de qualidade às mulheres portadoras de Lipedema.