Síndrome de Nutcracker: doença rara, mas fenômeno frequente

  • admin-amato 
Síndrome de Nutcracker
()
()
O Dr. Alexandre Amato (CRM 108651) é cirurgião vascular e endovascular do Instituto Amato. Ele comenta sobre a Síndrome de Nutcracker também conhecida aqui no Brasil como a síndrome do quebra-nozes.
Essa síndrome consiste na compressão da artéria mesentérica superior com a aorta da veia renal esquerda.  Então esse pinçamento da veia renal esquerda pela artéria mesentérica superior acaba diminuindo o espaço que ha para o retorno venoso do rim esquerdo. Isso acarreta numa sobrecarga numa hipertensão venosa na veia renal esquerda e consequentemente na veia gonadal também que pode levar as varizes pélvicas.
Procure seu cirurgião vascular e endovascular para saber como fazer o tratamento.

Síndrome de Nutcracker: doença rara, mas fenômeno frequente

**** transcrição****
Olá, sou o dr. Alexandre Amato, cirurgião vascular e endovascular do Instituto Amato e hoje nós vamos falar sobre a síndrome de nutcracker, também conhecida aqui no Brasil como a síndrome do quebra-nozes e o fenômeno do quebra-nozes, que são coisas semelhantes mas que deve ser diferenciadas.
A síndrome de nutcracker consiste na compressão da artéria mesentérica superior com a aorta da veia renal esquerda. Então esse pinçamento da veia renal esquerda pela artéria mesentérica superior acaba diminuindo o espaço que há para o retorno venoso do rim esquerdo. Isso acarreta numa sobrecarga, numa hipertensão venosa na veia renal esquerda e consequentemente na veia gonadal também, que pode levar às varizes pélvicas, que a gente já comentou em outro vídeo, na mulher e no homem pode levar à varicocele.
Então esse pinçamento vocês podem ver que na anatomia normal do ser humano que não tem a doença, essa angulação não é o suficiente para comprimir essa veia, ou pelo menos não comprimir e causar um déficit no retorno venoso, mas sempre existe um pouquinho dessa compressão. Então se a gente sai fazendo exame em todo mundo, a gente vai encontrar um ângulo um pouquinho menor e que pode causar uma pequena compressão, que não vai acarretar sintoma, não vai acarretar em nenhum problema de saúde. Isso se chama fenômeno de nutcracker. Esse fenômeno é uma compressão anatômica que não causou problemas. Agora, quando essa compressão é grande o suficiente para causar danos nesse rim esquerdo, danos nas varizes pélvicas, dor lombar, muitas vezes alterações urinárias, isso tem que ser tratado. Procure seu cirurgião vascular e endovascular, para saber como fazer o tratamento.
Agora que você entendeu o que é a síndrome de nutcracker, veja o nosso vídeo sobre varizes pélvicas e curta.

O que você achou deste artigo?

Clique nas estrelas

Média da classificação / 5. Número de votos:

Nenhum voto até agora! Seja o primeiro a avaliar este post.

Como você achou esse post útil…

Sigam nossas mídias sociais

Lamentamos que este post não tenha sido útil para você!

Vamos melhorar este post!

Diga-nos, como podemos melhorar este post?

O que você achou deste artigo?

Clique nas estrelas

Média da classificação / 5. Número de votos:

Nenhum voto até agora! Seja o primeiro a avaliar este post.

Como você achou esse post útil...

Sigam nossas mídias sociais

Lamentamos que este post não tenha sido útil para você!

Vamos melhorar este post!

Diga-nos, como podemos melhorar este post?

nv-author-image

Alexandre Amato

O Dr Alexandre Amato é médico, professor de cirurgia vascular da Universidade de Santo Amaro (UNISA), e tem quatro especialidade médicas reconhecidas pelo MEC e respectivas sociedades: cirurgião geral, cirurgião vascular, angiorradiologista e ecografista. Formou-se na Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (PUC-SP) e especializou-se em vários hospitais privados e públicos em São Paulo. Aprofundou-se em cirurgia vascular em Milão, no hospital San Raffaele da Università Vita-Salute. Quando voltou, fez seu doutorado em cirurgia cardiotorácica na Universidade de São Paulo (USP). Fundou a Associação Brasileira de Lipedema para divulgar conhecimento de qualidade às mulheres portadoras de Lipedema.