Entendendo o seu corpo: o sistema vascular

Vascular
()

Entendendo o seu corpo: o sistema vascular

2020-04-20 22:21:14
()
O sistema cardiovascular é composto por diferentes sistemas: o das veias (venoso), o das artérias (arterial), o dos vasos linfáticos (sistema linfático), os pequenos vasos de troca (capilares da microcirculação) e o coração. Quando se fala sobre esse sistema no dia a dia é muito comum a confusão entre alguns desses termos. A sua compreensão torna muito mais fácil o entendimento do funcionamento do corpo e  como atuam algumas doenças muito comuns. O coração é a grande bomba responsável por enviar o sangue rico em oxigênio para todas as partes do corpo, que dependem dele para viver. Ele é um órgão muscular que tem a capacidade de gerar o seu ritmo de forma independente do nosso cérebro, por meio de uma corrente elétrica que ele mesmo produz. O marca-passo, por exemplo, é um dispositivo que gera estímulo elétrico para o coração quando ele não consegue mais fazer isso de forma correta – como em pessoas que sofrem de arritmia. Assim como outros músculos, o coração contrai e relaxa (nesse caso sem o nosso controle). Quando ele contrai, o sangue é levado ao corpo; quando ele relaxa, é preenchido pelo sangue que volta do corpo pelo sistema venoso. Para o fluxo alcançar todos os órgãos sai uma grande artéria do coração: a artéria aorta. Ela vai se dividindo em ramos cada vez menores para alcançar todas as partes do corpo. A dilatação e a contração das artérias permitem que a pressão sanguínea mude. Em certas regiões elas se tornam bem superficiais e podem ser sentidas pela palpação, como, por exemplo, a do pulso, a do punho e a do pescoço. Cada vez que o coração contrai, as artérias são preenchidas por sangue e é isso que sentimos. Quando alcançam o seu destino, as artérias já estão bem pequenas e se unem a pequenas veias ali presentes por intermédio dos capilares (microcirculação). As veias vão até o coração carregando sangue agora pobre em oxigênio (que foi consumido pelas células) e rico em gás carbônico (que é o resultado do metabolismo das células, isto é, de suas reações químicas básicas); as pequenas veias vão se unindo nesse caminho e uma única grande veia entra no coração: a veia cava. A musculatura da panturrilha (a batata da perna) facilita o retorno do sangue ao coração, pois pressiona as veias ali presentes. Já o sistema linfático é composto de vasos e órgãos (baço e linfonodos) que têm como funções principais remover excesso de líquido e substâncias presentes nos tecidos que não foram captados pelas veias. Comunicam-se com o coração, ligando-se na região do pescoço por meio do sistema venoso. Se um vaso linfático é obstruído, surge o edema (ou inchaço localizado); os linfonodos produzem células de defesa do corpo e é por isso que durante uma infecção é possível senti-los aumentados de tamanho (chamados popularmente de ínguas). Em outras palavras, as artérias vão do coração para o corpo nutrindo as células e as veias fazem o caminho inverso levando o sangue “usado” de volta para o coração. Mas o que acontece ali no coração? Ali há comunicação dele com o pulmão, também por meio de veias e artérias. Essa comunicação permite que o pulmão elimine gás carbônico e oxigene novamente o sangue (graças a nossa respiração), enviando de volta para o coração um sangue “novo”, que possa ser levado mais uma vez das artérias ao corpo, dando continuidade a esse magnífico circuito…
LEIA TAMBÉM:  Doenças vasculares
Sistema circulatório vascular

Como você achou esse post útil…

Sigam nossas mídias sociais

Lamentamos que este post não tenha sido útil para você!

Vamos melhorar este post!

Diga-nos, como podemos melhorar este post?

Tratamentos possíveis:

()
Sempre procure seu médico para indicar o melhor tratamento. Não faça auto medicação.

O que você achou deste artigo?

Clique nas estrelas

Média da classificação / 5. Número de votos:

Nenhum voto até agora! Seja o primeiro a avaliar este post.

Como você achou esse post útil...

Sigam nossas mídias sociais

Lamentamos que este post não tenha sido útil para você!

Vamos melhorar este post!

Diga-nos, como podemos melhorar este post?

LEIA TAMBÉM:  Aneurismas venosos

O que você achou deste artigo?

Clique nas estrelas

Média da classificação / 5. Número de votos:

Nenhum voto até agora! Seja o primeiro a avaliar este post.

Como você achou esse post útil...

Sigam nossas mídias sociais

Lamentamos que este post não tenha sido útil para você!

Vamos melhorar este post!

Diga-nos, como podemos melhorar este post?

nv-author-image

Alexandre Amato

O Dr Alexandre Amato é médico, professor de cirurgia vascular da Universidade de Santo Amaro (UNISA), e tem quatro especialidade médicas reconhecidas pelo MEC e respectivas sociedades: cirurgião geral, cirurgião vascular, angiorradiologista e ecografista. Formou-se na Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (PUC-SP) e especializou-se em vários hospitais privados e públicos em São Paulo. Aprofundou-se em cirurgia vascular em Milão, no hospital San Raffaele da Università Vita-Salute. Quando voltou, fez seu doutorado em cirurgia cardiotorácica na Universidade de São Paulo (USP). Fundou a Associação Brasileira de Lipedema para divulgar conhecimento de qualidade às mulheres portadoras de Lipedema.