Com relação às aplicações para vasinhos, o que é uma sessão?

  • admin 
()

Não seja enganada! Existem várias definições sobre o que é exatamente uma sessão de escleroterapia de varizes.

É bom entender que não há uma definição explicita sobre o que é exatamente uma sessão de escleroterapia de varizes. Para alguns é uma picada da injeção. Se forem duas picadas, serão 2 sessões e assim por diante. Para outros, seria 1 ml do produto, ou talvez 2 ou 3 ml. Uma sessão poderia ser também 1 membro, 1 perna, ou um lado da perna ou área pré determinada; talvez uma coxa; ou mesmo uma determinada região do membro. Alguns cronometram o tempo despendido, 1,2,3,4,5 minutos de aplicação, 10 minutos ou mais, e por aí vai. O certo é que cada profissional tem a sua forma de entender a tal sessão. Não há consenso. O que vale mesmo é como o angiologista a propõe ao cliente e como ele aceita o tratamento. Por isso é importante perguntar para seu médico o que é uma sessão em sua concepção. O cliente insatisfeito ou que se sente lesado acaba abandonando o tratamento e o médico, o que não é bom para nenhum dos dois.

A dica é: converse, pergunte, se interesse pelo assunto. Entenda como o cirurgião vascular que você escolheu padroniza suas sessões de escleroterapia. Entenda as técnicas que ele usa: laser para vasinhos? escleroterapia convencional? espuma? microcirurgia?

Quanto custa sessão de aplicação de vasinhos?

O que você achou deste artigo?

Clique nas estrelas

Média da classificação / 5. Número de votos:

Nenhum voto até agora! Seja o primeiro a avaliar este post.

Como você achou esse post útil...

Sigam nossas mídias sociais

Lamentamos que este post não tenha sido útil para você!

Vamos melhorar este post!

Diga-nos, como podemos melhorar este post?

Marcações:
nv-author-image

Alexandre Amato

O Dr Alexandre Amato é médico, professor de cirurgia vascular da Universidade de Santo Amaro (UNISA), e tem quatro especialidade médicas reconhecidas pelo MEC e respectivas sociedades: cirurgião geral, cirurgião vascular, angiorradiologista e ecografista. Formou-se na Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (PUC-SP) e especializou-se em vários hospitais privados e públicos em São Paulo. Aprofundou-se em cirurgia vascular em Milão, no hospital San Raffaele da Università Vita-Salute. Quando voltou, fez seu doutorado em cirurgia cardiotorácica na Universidade de São Paulo (USP). Fundou a Associação Brasileira de Lipedema para divulgar conhecimento de qualidade às mulheres portadoras de Lipedema.