Anestesia pelo frio

Anestesia pelo frio
()
()

A anestesia quer dizer ausência de sensações. Existem diversas maneiras de alcançar isso. 

A anestesia quer dizer ausência de sensações. Existem diversas maneiras de alcançar isso. Uma delas é com anestesia química, por meio de injeções ou medicamentos tópicos. O uso de métodos físicos, como a mudança da temperatura também alcança a desejada anestesia. Portanto a anestesia sem agulhas e sem medicamento já é possível. A anestesia proporciona ausência ou alívio da dor e outras sensações ao paciente que necessita realizar procedimentos médicos.


Existem muitos métodos anestésicos, usados para determinados procedimentos e cirurgias, como gases inalatórios, medicamentos orais, injetaveis e outros. Mas o que realmente assusta o paciente é que a anestesia local, usada em procedimentos de pequeno porte, com injeção de medicamento dói. Antes de causar o efeito desejado, causa um ardor, tolerável porém desagradável.


Hoje em dia existem métodos anestésicos compatíveis com procedimentos de pequeno porte, como a anestesia térmica, que, com a diminuição da temperatura local, causa uma anestesia mais fisiológica.

O que você achou deste artigo?

Clique nas estrelas

Média da classificação / 5. Número de votos:

Nenhum voto até agora! Seja o primeiro a avaliar este post.

Como você achou esse post útil…

Sigam nossas mídias sociais

Lamentamos que este post não tenha sido útil para você!

Vamos melhorar este post!

Diga-nos, como podemos melhorar este post?

O que você achou deste artigo?

Clique nas estrelas

Média da classificação / 5. Número de votos:

Nenhum voto até agora! Seja o primeiro a avaliar este post.

Como você achou esse post útil...

Sigam nossas mídias sociais

Lamentamos que este post não tenha sido útil para você!

Vamos melhorar este post!

Diga-nos, como podemos melhorar este post?

nv-author-image

Alexandre Amato

O Dr Alexandre Amato é médico, professor de cirurgia vascular da Universidade de Santo Amaro (UNISA), e tem quatro especialidade médicas reconhecidas pelo MEC e respectivas sociedades: cirurgião geral, cirurgião vascular, angiorradiologista e ecografista. Formou-se na Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (PUC-SP) e especializou-se em vários hospitais privados e públicos em São Paulo. Aprofundou-se em cirurgia vascular em Milão, no hospital San Raffaele da Università Vita-Salute. Quando voltou, fez seu doutorado em cirurgia cardiotorácica na Universidade de São Paulo (USP). Fundou a Associação Brasileira de Lipedema para divulgar conhecimento de qualidade às mulheres portadoras de Lipedema.