Orientações após cateterismo ou angioplastia

Cateterismo
()
()

Quer saber as orientações após a angioplastia?

Você acabou de realizar um cateterismo ou angioplastia? Ou deseja saber como são os cuidados após o procedimento?

Independente da razão para ter chegado aqui, existem vários tipos de acessos diferentes, e isso muda os cuidados após o procedimento. O diâmetro do cateter utilizado significa basicamente o tamanho do furo realizado, e, quanto maior o furo, maior os cuidados necessários. Se foi ou não foi usado um dispositivo de fechamento de parede de artéria (Angioseal, Perclose, Starclose ou outro), pois eles minimizam o sangramento após o procedimento. E, logicamente, o local de acesso. Hoje em dia é possível fazer angioplastia na virilha (artéria femoral), braços (artéria braquial), axila (artéria axilar), punho (artéria radial) e outros acessos incomuns. E, dependendo do local de acesso, pode mudar completamente os cuidados pós operatórios.

Orientações pós angioplastia

Mas, em linhas gerais, podemos dizer que é importante:
  • Não fazer esforço físico por 48h;
  • Não subir escadas por 24h após o exame;
  • Não dirigir por 24 horas após o exame;
  • Observar o local do exame (punção):
    • se tem dor, endurecimento, cor roxa ou saída de secreção.
    • Caso positivo entre em contato com seu médico;
  • Não ter relação sexual por 48h após o exame;

Como é a recuperação de uma angioplastia?

A recuperação após uma angioplastia com stent costuma ser relativamente rápida. Quando a cirurgia não é realizada de urgência, geralmente o paciente tem alta hospitalar no dia seguinte com recomendação de evitar exercícios vigorosos ou levantar pesos acima de 10 kg nas primeiras 2 semanas da angioplastia. Nos casos em que a angioplastia não é de urgência, dependendo da localização do stent e do resultado da angioplastia, o paciente poderá retornar ao trabalho após 15 dias. É importante esclarecer que a angioplastia com stent não impede a evolução da aterosclerose, ou seja,  o acumulo de placas de gordura no interior das artérias e, por isso, é indicada a prática regular de atividade física, o uso regular das medicações prescritas e uma dieta balanceada para evitar o “entupimento” de outras artérias. O tratamento com a angioplastia de uma artéria não resolve a causa do problema, apenas a consequência em uma artéria… o tratamento clínico deve continuar sendo feito.

O que você achou deste artigo?

Clique nas estrelas

Média da classificação / 5. Número de votos:

Nenhum voto até agora! Seja o primeiro a avaliar este post.

Como você achou esse post útil…

Sigam nossas mídias sociais

Lamentamos que este post não tenha sido útil para você!

Vamos melhorar este post!

Diga-nos, como podemos melhorar este post?

O que você achou deste artigo?

Clique nas estrelas

Média da classificação / 5. Número de votos:

Nenhum voto até agora! Seja o primeiro a avaliar este post.

Como você achou esse post útil...

Sigam nossas mídias sociais

Lamentamos que este post não tenha sido útil para você!

Vamos melhorar este post!

Diga-nos, como podemos melhorar este post?

nv-author-image

Alexandre Amato

O Dr Alexandre Amato é médico, professor de cirurgia vascular da Universidade de Santo Amaro (UNISA), e tem quatro especialidade médicas reconhecidas pelo MEC e respectivas sociedades: cirurgião geral, cirurgião vascular, angiorradiologista e ecografista. Formou-se na Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (PUC-SP) e especializou-se em vários hospitais privados e públicos em São Paulo. Aprofundou-se em cirurgia vascular em Milão, no hospital San Raffaele da Università Vita-Salute. Quando voltou, fez seu doutorado em cirurgia cardiotorácica na Universidade de São Paulo (USP). Fundou a Associação Brasileira de Lipedema para divulgar conhecimento de qualidade às mulheres portadoras de Lipedema.