Embolização de mioma

Mioma
()

embolização de miomas está inclusa no rol de procedimentos de cobertura obrigatória por convênios e planos de saúde. É uma técnica de radiologia intervencionista aplicada às áreas vascular e ginecológica para abordagem terapêutica de várias situações, como no tratamento dos miomas uterinos.

Os miomas uterinos são nódulos de tecido muscular liso e tecido conjuntivo fibroso que se desenvolvem na parede do útero. São os tumores benignos comuns que atingem mulheres em fase reprodutiva. As pacientes apresentam sintomas como sangramentos, cólicas e fluxos menstruais excessivos, sensação de peso no baixo ventre, dor durante a relação sexual, dificuldade para engravidar e até abortos espontâneos.

A embolização de miomas é um tratamento cirúrgico, que bloqueia os vasos sanguíneos que nutrem o tumor. O procedimento é realizado por uma equipe multidisciplinar (ginecologista e vascular intervencionista), em que o médico é guiado por imagens para acessar a artéria uterina que irriga o ovário. A partir da visualização dos nódulos, o médico faz a injeção do agente embolizante, que vai bloquear o fluxo de sangue nos vasos que alimentam o tumor. Sem irrigação a sanguinea, em seis meses após o procedimento, é possível ver uma redução média de 40% do volume do útero, com melhora dos sintomas.

A técnica é realizada com anestesia raquidiana ou peridural e o processo leva em torno de 1h30, incluindo preparo. A recuperação se dá em poucos dias e a paciente pode retomar em breve suas atividades normais. A embolização ainda permite o tratamento de mulheres que apresentam múltiplos miomas, mais difíceis de serem removidos pela miomectomia.

Quem pode se beneficiar da técnica:

– Mulheres portadoras de leiomiomas uterinos intramurais sintomáticos ou miomas múltiplos sintomáticos na presença do intramural (sintomas expressos através de queixa de menorragia/metrorragia, dismenorreia, dor pélvica, sensação de pressão supra púbica e/ou compressão de órgãos adjacentes).

LEIA TAMBÉM:  Miomas - Bate Papo com o Dr. Alexandre Amato

Leia mais sobre:

O que você achou deste artigo?

Clique nas estrelas

Média da classificação / 5. Número de votos:

Nenhum voto até agora! Seja o primeiro a avaliar este post.

Como você achou esse post útil...

Sigam nossas mídias sociais

Lamentamos que este post não tenha sido útil para você!

Vamos melhorar este post!

Diga-nos, como podemos melhorar este post?

nv-author-image

Alexandre Amato

O Dr Alexandre Amato é médico, professor de cirurgia vascular da Universidade de Santo Amaro (UNISA), e tem quatro especialidade médicas reconhecidas pelo MEC e respectivas sociedades: cirurgião geral, cirurgião vascular, angiorradiologista e ecografista. Formou-se na Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (PUC-SP) e especializou-se em vários hospitais privados e públicos em São Paulo. Aprofundou-se em cirurgia vascular em Milão, no hospital San Raffaele da Università Vita-Salute. Quando voltou, fez seu doutorado em cirurgia cardiotorácica na Universidade de São Paulo (USP). Fundou a Associação Brasileira de Lipedema para divulgar conhecimento de qualidade às mulheres portadoras de Lipedema.