CLaCs – Laser e Escleroterapia no tratamento de vasinhos

  • admin 
  • 2 min read
CLaCs - Criolaser e Crioesclero
()

CLaCs: Laser para tratar vasinhos

Você conhece o CLaCs? Associação de métodos com laser para tratar varizes e vasinhos.

Criolaser e Crioescleroterapia (CLaCS) -- é um método que combina laser, escleroterapia, e anestesia tópica com jato de ar gelado sobre a pele.

A combinação do laser e da escleroterapia, é vantajosa, potencializando a ação dos métodos individualmente. O laser não é invasivo, sendo nada mais do que uma luz muito forte e focada num ponto bem pequeno. O equipamento emite pulsos de luz que penetram no corpo do paciente e são absorvidos 30 vezes mais pelo sangue que pelo tecido cutâneo. Portanto, é possível ocluir as varizes sem danificar a pele. A glicose é aplicada apenas em cerca de 30% dos pontos tratados com laser, principalmente em locais onde a veia não fechou. Para diminuir a sensação de dor durante as aplicações, utiliza-se equipamento que sopra ar gelado, com temperaturas de até – 20º C, sobre a pele. A dormência da pele provocada pelo frio engana o cérebro e diminui a dor sem efeitos colaterais.

Isolado, o Criolaser também é indicado para o tratamento de telangiectasias (vasinhos) na face.

Vantagens:

  • Pode substituir a cirurgia em alguns casos,
  • Crioanestesia, ou seja a anestesia pelo frio reduz a dor,
  • Não precisa de repouso pós procedimento,
  • Pode fazer atividade física no dia após a sessão,
  • Não precisa de meias elásticas após o procedimento na maioria dos casos,
  • Com mais disparos de laser, menos sessões são necessárias para eliminar os vasinhos.
Escleroterapia, secagem de vasinhos, aplicações nas varizes: laser e esclero

A técnica pode ser aplicada em alguns casos, por isso necessita de avaliação, possivelmente com exames subsidiários.

A técnica do CLaCs é realizada com o auxilio da realidade aumentada, que projeta as veias doentes no próprio paciente, guiando a realização do procedimento. O CLaCs cryolaser deve ser realiado em flebosuite, onde as veias nutrícias doentes são tratadas com o laser transdérmico e a crioescleroterapia.

Fazemos aplicação de vasinhos com sedação! Sem dor e sem medo de agulha!

Escleroterapia com sedação Annox
Lipedema, Doutor (PhD) pela USP🎓Médico Assist. Hosp. San Raffaele - Milão 2008 🇮🇹 Prof. da UNISA👨‍🔬📞11 50532222 Escreveu vários livros (http://bit.ly/3abqUOS), e está dando esse de presente para você: http://bit.ly/HistoriaCirurgia, aproveite Siga no Facebook: http://bit.ly/2QIz35A Instagram: http://bit.ly/dr_amato Twitter: http://bit.ly/2scWbQ6 LInkedIn: http://bit.ly/35KxJU3 WhatsApp: (11)933183661 ou pelo link http://bit.ly/2RchoCt Estamos à disposição na Av Brasil, 2283. Tel 11 5053-2222 ou WhatsApp 11 93318-3661. Nosso site: www.amato.com.br --- transcrição --- [00:00:00] Olá sou Dr. Alexandre Amato cirurgião vascular do Instituto Amato e hoje vou falar sobre a técnica a Annox para aplicação de vasinhos . É uma técnica de sedação consciente para diminuir a sensação de dor e de medo de agulha no tratamento dos vasinhos na escleroterapia. A gente vem buscando há muito tempo a minimização de qualquer sentimento de dor ou de incômodo no tratamento então o laser foi o primeiro passo para diminuir esses medos. Então o laser não utiliza agulhas. A gente já diminui essa sensação por mais que o laser seja suportável. Ainda há uma sensação incômoda então hoje nós buscamos e fazemos a sedação consciente com óxido nitroso que é o chamado gás do riso. É um gás que tem uma rápida absorção uma rápida eliminação então ele atinge o efeito de sedação consciente bem rápido e logo após a gente parar com esse uso do gás a pessoa volta ao normal rapidamente. É uma técnica bem segura que mantém o tratamento de forma perfeitamente suportável. Acordado. Então não há a necessidade de chegar a sedação completa, a dormir durante o procedimento então essa sedação mantém uma consciência e minimiza todo o estresse envolvido. Então utilizando todas essas técnicas: o laser, a sedação consciente com óxido nitroso que é a técnica Annox, a crioanestesia que é anestesia pelo frio. Então a gente solta um ar gelado bem frio no local da aplicação. Com tudo isso a gente atinge o objetivo final que é o tratamento dos vasinhos. As teleangiectasias estéticas que incomodam bastante as mulheres sem a dor e sem o medo de agulha. Então se você já tinha evitado fazer esse tratamento no passado por causa da dor ou do medo de agulha saiba que hoje existe a técnica Annox para auxiliar o tratamento estético dos vasinhos. [00:00:00][0.0]">

Já viu como funciona o flebovisualizador?

É um laser que captura as imagens das veias e projeta na própria pele do paciente. Usamos essa tecnologia há mais de 10 anos para o tratamento de varizes.

Flebovisualizadores

*Imagem por © Apatcha Muensaksorn  Dreamstime






O que você achou deste artigo?

Clique nas estrelas

Média da classificação / 5. Número de votos:

Nenhum voto até agora! Seja o primeiro a avaliar este post.

Como você achou esse post útil...

Sigam nossas mídias sociais

Lamentamos que este post não tenha sido útil para você!

Vamos melhorar este post!

Diga-nos, como podemos melhorar este post?

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

nv-author-image

Alexandre Amato

O Dr Alexandre Amato é médico, professor de cirurgia vascular da Universidade de Santo Amaro (UNISA), e tem quatro especialidade médicas reconhecidas pelo MEC e respectivas sociedades: cirurgião geral, cirurgião vascular, angiorradiologista e ecografista. Formou-se na Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (PUC-SP) e especializou-se em vários hospitais privados e públicos em São Paulo. Aprofundou-se em cirurgia vascular em Milão, no hospital San Raffaele da Università Vita-Salute. Quando voltou, fez seu doutorado em cirurgia cardiotorácica na Universidade de São Paulo (USP). Fundou a Associação Brasileira de Lipedema para divulgar conhecimento de qualidade às mulheres portadoras de Lipedema.