Inchaço nas pernas (edema)

  • admin 
  • 2 min read
Sinal de inchaço
()

O que é o inchaço?

É um acúmulo de líquidos, também chamado de retenção de liquido, entre as células dos tecidos, que se tornam mais pesadas.
Há um aumento da superfície do órgão envolvido.
Ocorrem edemas quando vasos muito finos (capilares) extravasam esses fluídos.

Quando isso acontece, os rins retém uma maior quantidade de sódio e água para compensar a perda.

Causas de inchaço nas pernas:

  • Doenças
  • Mecanismos não patológicos de inchaço
    • Edema ortostático
    • Sedentarismo
    • Excesso de sal
    • Ficar muito em pé
    • Gravidez
    • Edema pré menstrual (no período pré-menstrual um mulher pode “ganhar” até 2 kg)
    • Falha da musculatura no retorno venoso
    • Ortostatismo / Sedentarismo / Obesidade

 

Sintomas dos Edemas

  • Dor
  • Dificuldade para andar
  • Diminuição da elasticidade da pele
  • Maior risco de infecção
  • Má circulação sanguínea
  • Maior risco de úlceras na pele

Como verificar se esté inchado/edema?

Pressione a área inchada e veja se fica uma marca mais profunda, com depressão no local. A superfície do local também se torna mais brilhante.

Como tratar? 

O que você achou deste artigo?

Clique nas estrelas

Média da classificação / 5. Número de votos:

Nenhum voto até agora! Seja o primeiro a avaliar este post.

Como você achou esse post útil...

Sigam nossas mídias sociais

Lamentamos que este post não tenha sido útil para você!

Vamos melhorar este post!

Diga-nos, como podemos melhorar este post?

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

nv-author-image

Alexandre Amato

O Dr Alexandre Amato é médico, professor de cirurgia vascular da Universidade de Santo Amaro (UNISA), e tem quatro especialidade médicas reconhecidas pelo MEC e respectivas sociedades: cirurgião geral, cirurgião vascular, angiorradiologista e ecografista. Formou-se na Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (PUC-SP) e especializou-se em vários hospitais privados e públicos em São Paulo. Aprofundou-se em cirurgia vascular em Milão, no hospital San Raffaele da Università Vita-Salute. Quando voltou, fez seu doutorado em cirurgia cardiotorácica na Universidade de São Paulo (USP). Fundou a Associação Brasileira de Lipedema para divulgar conhecimento de qualidade às mulheres portadoras de Lipedema.