fbpx

Inchaço nas pernas (edema)

inchaço nos pés e pernas
()

Inchaço nas pernas é uma das reclamações mais comuns, especialmente entre as mulheres. Na maioria das vezes, as causas podem estar relacionadas aos maus hábitos, como ficar muito tempo em pé, mas esse incômodo também pode ser provocado por algum problema mais grave, como uma doença, por exemplo. Veja a seguir o que pode estar deixando suas pernas inchadas.

Sumário

O que é o inchaço?

O inchaço é o acúmulo de líquidos, também chamado de retenção líquida, entre as células dos tecidos, que se tornam mais pesadas. Quando isso acontece, há um aumento da superfície do órgão envolvido.

Os vasos capilares, por serem muito finos, acabam extravasando esses fluidos. E é nessa hora que os rins retêm uma maior quantidade de sódio e água para compensar a perda. É quando o edema acaba surgindo.

Causas de inchaço nas pernas

O inchaço pode ser causado por doenças, afetando sistemas e órgãos diferentes do organismo e também pode ter uma causa não patológica. Veja com mais detalhes a seguir.

Doenças

Venosas

Nesse caso, o sistema diretamente afetado é o sistema venoso e o inchaço pode estar relacionado a:

Varizes

Veias saltadas e tortuosas que surgem por causa da má circulação sanguínea, causando dor, inchaço e cansaço nas pernas.

Insuficiência Venosa Crônica

Doença causada também pela má circulação sanguínea, causando dor, alterações na pele, coceira, irritação, inchaço e cansaço.

Trombose Venosa Profunda (TVP)

Formação de coágulos sanguíneos dentro dos vasos, uma condição que pode culminar em mau funcionamento dos órgãos por falta de oxigênio (flegmasias), embolia pulmonar e morte súbita. 

Tromboflebite

É a inflamação de uma veia superficial, além da coagulação da mesma, ao contrário da TVP que atinge uma veia profunda. Pode ser de dois tipos:

Úlcera venosa

Ferimento que surge na pele devido à insuficiência venosa. Costuma surgir na região do tornozelo, causando dor, inchaço e ferimentos difíceis de cicatrizar.

Linfáticas

As doenças linfáticas atingem o sistema linfático, sendo a mais comum o linfedema.

Linfedema

O linfedema é o acúmulo de líquido linfático nas células do corpo, principalmente na região das pernas. A causa desse acúmulo pode ser por alguma obstrução no sistema linfático ou a remoção de linfonodos, muito comum em tratamentos contra o câncer.

Arterial

O sistema arterial é composto pelas artérias que levam o sangue do coração para o restante do corpo. 

Fase de dor isquêmica de repouso da aterosclerose

O inchaço é um dos sintomas de uma doença arterial comum, chamada de DAOP (Doença Arterial Obstrutiva Periférica), causada pela aterosclerose, que causa dor, pés frios, claudicação intermitente, alteração da cor da pele e formigamento.

Outros órgãos e sistemas

O inchaço também pode ter relação com:

Lipedema

Doença crônica que atinge basicamente as mulheres e provoca acúmulo de gordura doente na região das pernas. O inchaço se torna mais intenso quando a pessoa fica muito tempo em pé.

Insuficiência hepática

O inchaço nas pernas é um dos sintomas da cirrose inicial, uma alteração no fígado que prejudica o seu funcionamento. Outros sintomas são perda de apetite, cansaço, perda de massa muscular e icterícia.

Insuficiência Renal
  • Síndrome nefrótica

Quando os rins não funcionam direito, as pernas também podem apresentar inchaço, consequência da retenção líquida, como vimos no começo deste artigo. Na síndrome nefrótica, por exemplo, há a excreção excessiva de proteína pela urina ocasionando o acúmulo de líquido e levando ao edema. 

Insuficiência cardíaca direita

Nesse tipo de doença cardíaca, ocorre o acúmulo de líquido na região periférica do organismo, como pernas e pés, além de outros sintomas, como cansaço, fadiga, ganho de peso e problemas gastrointestinais.

Hipotireoidismo

Produção irregular dos hormônios T3 e T4 pela tireoide. Além do inchaço, também pode causar ganho de peso, sonolência, indisposição, depressão, queda de cabelo e problemas intestinais.

Hipoproteinemia

Pouca quantidade de proteína no sangue causa inchaço nas pernas e nos pés, queda de cabelo, fraqueza e indisposição, além de afetar o sistema imunológico.

Hormônios

De uma maneira geral, alguns tipos de hormônios provocam retenção líquida. São exemplos: progesterona, cortisol, antidiurético, renina e aldosterona

Artrose

O inchaço também é um dos sintomas da artrose, doença que compromete a saúde das juntas ou articulações. A artrose é uma doença comum que provoca outros sintomas, como dor e redução da mobilidade.

Diabetes

No diabetes, a retenção líquida também é a causa do inchaço, na maioria das vezes, em decorrência do mau funcionamento dos rins.

Trauma, lesão muscular, síndrome da pedrada

O inchaço nas pernas pode ser uma consequência de traumas sofridos, como quedas ou pancadas. Também pode surgir após uma lesão muscular como a síndrome da pedrada, por exemplo.

Essa síndrome se caracteriza por um estiramento muscular da panturrilha, causando inchaço, dor, dificuldade de apoio e de movimentos.

Queimadura

As queimaduras não causam só vermelhidão e dor na pele. O inchaço também é um sintoma comum seguido de descamação e formação de bolhas.

Drogas

  • Reposição hormonal e uso de determinados medicamentos
  • Bloqueadores do canal de cálcio, esteróides, antiinflamatórios não esteroidais

Medicamentos usados para reposição hormonal, anti-inflamatórios e outras drogas farmacêuticas podem promover retenção líquida e inchaço, algumas vezes, devido aos danos causados aos rins.

Infecção

O inchaço também pode ser decorrente de alguns tipos de doenças infecciosas, como:

Celulite

Chamada de celulite infecciosa ou bacteriana, essa doença surge quando a pele é infectada por bactérias, causando vermelhidão, dor e inchaço local. Geralmente, os membros inferiores são os mais atingidos.

Erisipela

Infecção também causada por uma bactéria que penetra na pele por meio de lesões e provoca dor, inchaço nas pernas e nos pés, além de vermelhidão, formação de bolhas e de feridas.

Osteomielite

Infecção no osso da perna, cujos sintomas são inchaço, dor, pele avermelhada, febre e calafrios.

Outras causas

Além dos motivos listados acima, o inchaço pode ter as seguintes causas:

  • Pós cirurgia de bypass arterial coronariana
  • Exame diagnóstico: venografia
  • Obesidade

Mecanismos não patológicos do inchaço

Por fim, temos as causas que não decorrem de nenhuma doença, mas de hábitos comum, embora pouco saudáveis:

Edema ortostático: inchaço muito comum em mulheres que passam o dia inteiro em pé;

Sedentarismo: falta de exercício físico pode causar retenção líquida;

Excesso de sal: em grandes quantidades, o sal dificulta a eliminação natural de líquido pelo organismo;

Ficar muito em pé: essa posição dificulta a circulação sanguínea.

Gravidez: inchaço causado pela circulação sanguínea mais lenta do que o normal;

Edema pré menstrual: no período pré-menstrual uma mulher pode “ganhar” até 2 kg devido à retenção líquida;

Falha da musculatura no retorno venoso: quando o sistema venoso não funciona corretamente, o fluxo sanguíneo diminui causando o acúmulo de sangue e de líquidos.

Sintomas e riscos dos edemas

O inchaço não causa apenas alterações na pele, mas também outros sintomas igualmente desconfortáveis, além de aumentar o risco de complicações. Por exemplo:

  • Dor;
  • Dificuldade para andar;
  • Diminuição da elasticidade da pele;
  • Maior risco de infecção;
  • Má circulação sanguínea;
  • Maior risco de úlceras na pele;

Como verificar se há inchaço ou edema?

Para saber se a sua perna está realmente inchada pressione a área e veja se fica uma marca mais profunda, com depressão no local (sinal de Godet). Além disso, observe a superfície do local, que também também se torna mais brilhante.

Como tratar? 

Em primeiro lugar, devemos tratar a causa do inchaço e não o edema em si! Como vimos, existem inúmeras razões para essa alteração, que devem ser investigadas a fundo. Ainda assim, algumas práticas diárias podem ajudar:

Como você viu, são muitas as causas do inchaço nas pernas e a melhor maneira de descobrir o motivo do edema é buscando orientação de um clínico geral ou cirurgião vascular, caso este sintoma esteja relacionado a algum problema circulatório. Tratar a doença deve ser o seu objetivo, pois o inchaço é apenas um sinal de que algo não vai bem com o seu corpo.

Lista de causas de inchaço nas pernas:

  • Doenças
  • Mecanismos não patológicos de inchaço
    • Edema ortostático
    • Sedentarismo
    • Excesso de sal
    • Ficar muito em pé
    • Gravidez
    • Edema pré menstrual (no período pré-menstrual um mulher pode “ganhar” até 2 kg)
    • Falha da musculatura no retorno venoso
    • Ortostatismo / Sedentarismo / Obesidade

 

O que você achou deste artigo?

Clique nas estrelas

Média da classificação / 5. Número de votos:

Nenhum voto até agora! Seja o primeiro a avaliar este post.

Como você achou esse post útil...

Sigam nossas mídias sociais

Lamentamos que este post não tenha sido útil para você!

Vamos melhorar este post!

Diga-nos, como podemos melhorar este post?

  • […] Inchaço sem causa aparente; […]

  • […] Inchaço, também chamado de edema; […]

  • […] impedindo que o sangue retorne da região das pernas. A falta de retorno venoso causa dor e inchaço na perna e nos […]

  • >
    Rolar para cima
    × Precisa de ajuda? Fale conosco! Available from 08:00 to 20:30