fbpx

Causas de formigamento

()

Também chamado de parestesia, o formigamento é aquela sensação de dormência ou como se estivesse recebendo milhares de pequenas agulhadas de uma vez só. Na maioria das vezes não chega a doer, mas incomoda. O formigamento pode surgir nas pernas, braços, mãos e pés e algumas de suas causas são as doenças listadas logo abaixo.

Sumário

Principais causas do formigamento

Na maioria das vezes, o formigamento está relacionado à má circulação sanguínea e surge depois que a pessoa fica muito tempo com as pernas cruzadas, por exemplo. Mas, essa sensação também é um sintoma das seguintes doenças:

Acidente vascular cerebral

O formigamento é um dos sintomas mais comuns do AVC, também chamado de derrame. O AVC é provocado quando o sangue não consegue chegar até o cérebro em decorrência de veias entupidas ou do rompimento das mesmas. 

Além do formigamento, o indivíduo pode sentir fraqueza muscular e alteração facial, principalmente de um único lado do corpo.

Meralgia parestésica

Doença causada pela compressão do nervo femoral que fica na lateral da coxa, causando dor, queimação e formigamento da altura da bacia até o joelho. É uma condição comum em obesos e pessoas que usam roupas muito apertadas.

 

Artrite

A artrite é uma inflamação crônica nas articulações que causa dormência, dor e formigamento, além de fraqueza e pouca mobilidade das mãos. 

Diabete melito

A diabetes também apresenta o formigamento como sintoma, sendo mais comum no tipo 2. É a versão mais comum da doença, podendo atingir adultos e crianças. Outros sintomas são problemas de visão, ferimentos de difícil cicatrização e infecções recorrentes.

Doença de Büerger

Também chamada de tromboangeíte obliterante, é uma doença que causa inflamação e obstrução das artérias localizadas nos membros inferiores, provocando má circulação sanguínea. Os sintomas são: formigamento, extremidades frias, dormência e ardência nas pernas.

YouTube video

 

Doença de Raynaud

É a contração excessiva dos vasos sanguíneos quando há exposição ao frio extremo, ocasionando a má circulação do sangue. As extremidades do corpo são as que sofrem mais, como nariz, dedos das mãos e dos pés.

Os sintomas mais comuns são: formigamento, dor e alteração da cor dos dedos.

Doenças convulsivas

São contrações involuntárias do tecido muscular, desencadeando movimentos irregulares, descontrolados e desordenados. As convulsões, geralmente, são causadas por tumores, epilepsia e meningite. 

Enxaqueca

Tipo de dor de cabeça latejante, acompanhada de náuseas, sensibilidade à luz e cheiros fortes. Sem uma causa definida, a enxaqueca com aura (problemas de visão) pode causar fraqueza, letargia e formigamentos.

Episódio isquêmico transitório

Chamado de ataque sistêmico transitório (AST), trata-se de uma obstrução temporária de vasos que levam sangue e oxigênio ao cérebro. Os principais sintomas são: formigamento, fraqueza, paralisia, problemas na fala, visão turva, confusão mental e tontura.

Esclerose múltipla

Doença neurológica que provoca inflamações e processos degenerativos no sistema nervoso central. Tem forte predisposição genética e sintomas, como: vertigem, formigamento, visão dupla, dormência e problemas urinários.

Hérnia de disco

Lesão que atinge os discos que compõem a coluna vertebral causando dor, dormência, queimação e formigamento. 

A hérnia de disco pode ser cervical, quando atinge a região do pescoço, torácica, quando se localiza no meio das costas, e lombar, quando o disco atingido está no final da coluna vertebral, no começo das costas.

Herpes Zoster

Popularmente chamado de cobreiro, é uma infecção viral que provoca lesões cutâneas, vermelhidão, coceira, prurido e formigamento. É uma doença contagiosa, muito frequente em pessoas com sistema imunológico fragilizado.

Lesão na medula espinhal

Pode ser provocada por traumas, acidentes de trânsito, agressão violenta, consequências cirúrgicas ou por alguma doença. Os sintomas incluem formigamento, problemas respiratórios, intestinais e urinários, dificuldade para andar, dentre outros.

Lúpus eritematoso sistêmico

O lúpus é uma doença autoimune, inflamatória que atinge vários tecidos e órgãos do corpo. O eritematoso sistêmico é o tipo mais comum e também o mais grave, uma vez que atinge todo o organismo do indivíduo, podendo levá-lo à morte.

Os sintomas incluem formigamento, ferimentos bucais, queda de cabelo, dores diversas, fraqueza, sensibilidade à luz solar, rigidez muscular, mancha vermelha no rosto em formato de borboleta, atingindo bochechas e nariz.

Neuropatia periférica

Série de distúrbios que danificam os nervos periféricos do corpo que pode ser causada por diabetes, problemas renais, doenças autoimunes, infecções inflamatórias, etc. Os nervos das mãos e dos pés são os mais atingidos.

Os sintomas envolvem formigamento, sudorese, queimação, cãibra, fraqueza muscular e inquietação nas pernas que dificulta o sono

Oclusão arterial aguda

Obstrução repentina e abrupta de uma artéria, impedindo a livre circulação sanguínea. Os trombos ou coágulos são as causas mais comuns. Dentre os sintomas, destacamos: formigamento, palidez, sensação de frio e pulso fraco.

Raiva

Infecção viral que causa inflamação e danos no cérebro e na medula espinhal. A raiva é transmitida por meio da mordida de animais infectados. Os sintomas incluem formigamento, paralisia, inquietação e confusão mental, podendo levar o indivíduo à morte.

Síndrome de Guillain-Barré

Doença autoimune que pode ser causada por um vírus ou bactéria. Os sintomas são: formigamento, dormência, fraqueza, podendo evoluir para a paralisia dos membros inferiores.

Síndrome de hiperventilação

Quando o excesso e a velocidade da respiração provoca sintomas diversos no indivíduo, como falta de ar, taquicardia, inquietação, nervosismo, ansiedade, além de formigamento. É uma emergência respiratória comum, especialmente em quem sofre com ansiedade.

Tabes dorsalis

É um tipo de lesão provocada pela sífilis tardia quando a doença não é tratada no tempo correto. Essa lesão causa degeneração lenta e progressiva dos nervos da medula espinhal, ocasionando baixa mobilidade, disfunção erétil, dores, problemas visuais, urinários, dentre outros sintomas.

Trauma craniano

A concussão cerebral é causada por algum acidente ou trauma violento e o formigamento é um dos sintomas comuns, seguido de desorientação, sonolência, tontura, dor de cabeça, perda de memória e vários outros desconfortos.

Traumatismo em nervo periférico

Os nervos periféricos estão localizados nas extremidades do corpo e, quando sofrem alguma lesão, não funcionam corretamente. O formigamento é um dos sintomas, além de dormência e dor.

Tumor cerebral

Crescimento volumoso, maligno ou benigno, que atinge o cérebro e apresenta sintomas, como dor de cabeça, visão turva, convulsões, desequilíbrio, náuseas e vômitos, formigamento e sono excessivo.

Tumores da medula espinhal

Tumor que atinge a medula espinhal, podendo ser maligno ou benigno. Ocorre em uma frequência menor do que os tumores cerebrais.

Os sintomas incluem dor nas costas sem causa definida e que se intensifica ao deitar, disfunção erétil, descontrole urinário e intestinal, formigamento nas costas e paralisia.

Drogas

As drogas causam formigamento, além de alucinações, aumento da acuidade visual, dentre outros desconfortos.

Radioterapia

A radioterapia pode causar formigamento, uma vez que ela pode lesionar os nervos causando neuropatia periférica que, como vimos, também é uma das causas do incômodo.

Cisto de Baker grande, comprimindo estruturas nervosas

Lesão benigna que atinge o joelho em formato de um caroço, podendo causar ou não dor, além de formigamento. É uma alteração comum em pessoas que já possuem alguma inflamação nos joelhos.

Como vimos, as causas de formigamento são muitas, sendo muito importante consultar um médico especialista, ou mesmo um clínico geral, para um diagnóstico correto e preciso, o que facilita o tratamento.

 

Lista de causas

  • Acidente vascular cerebral
  • Meralgia parestésica
  • Artrite
  • Diabete melito
  • Doença de Büerger
  • Doença de Raynaud
  • Doenças convulsivas
  • Enxaqueca
  • Episódio isquêmico transitório
  • Esclerose múltipla
  • Hérnia de disco
  • Herpes Zoster
  • Lesão na medula espinhal
  • Lúpus eritematoso sistêmico
  • Neuropatia periférica
  • Oclusão arterial aguda
  • Raiva
  • Síndrome de Guillain-Barré
  • Síndrome de hiperventilação
  • Tabes dorsalis
  • Trauma craniano
  • Traumatismo em nervo periférico
  • Tumor cerebral
  • Tumores da medula espinhal
  • Drogas
  • Radioterapia
  • Cisto de Baker grande, comprimindo estruturas nervosas

O que você achou deste artigo?

Clique nas estrelas

Média da classificação / 5. Número de votos:

Nenhum voto até agora! Seja o primeiro a avaliar este post.

Como você achou esse post útil...

Sigam nossas mídias sociais

Lamentamos que este post não tenha sido útil para você!

Vamos melhorar este post!

Diga-nos, como podemos melhorar este post?

>
Rolar para cima
× Precisa de ajuda? Fale conosco! Available from 08:00 to 20:30