De volta ao topo

Albert Einstein e o Aneurisma

Aneurisma de Aorta Abdominal no Albert Einstein
Aneurisma de Aorta Abdominal no Albert Einstein

Albert Einstein morreu em 18 de abril de 1955, aos 76 anos, vítima de um aneurisma de aorta que desencadeou uma hemorragia interna, aparentemente se negando a uma segunda cirurgia. Mas a história não é tão simples assim, ele foi operado em 1949 do mesmo aneurisma pela equipe de Dr Rudolph Nissen, por uma técnica que na época era considerada atual, o wrapping, ou seja, envolvendo o aneurisma com celofane, com o intuito de causar um extenso processo inflamatório e impedir o contínuo crescimento do mesmo. De certo modo a cirurgia foi efetiva por 5 anos. Somente 10 anos depois que a cirurgia aberta tradicional de aneurisma começou a ser aplicada de forma mais ampla, pelo Dr Michael DeBakey e Dr Denton Cooley. O tratamento atual para o aneurisma de aorta abdominal poderia ser o uso de endopróteses e stents endovasculares para a exclusão completa do aneurisma.
Veja mais:

About the author
Prof Dr Alexandre Amato
Doutor em Ciências pela USP
Professor de Cirurgia Vascular da UNISA
Especialista em Cirurgia Vascular e Endovascular pela SBACV
Especialista em Ecografia Vascular pelo CBR

Autor

Prof. Dr. Alexandre Amato: Cirurgião Vascular em São Paulo

Prof. Dr. Alexandre Amato
Cirurgião Vascular, Endovascular e Ecodoppler
Tratamento de varizes com laser(11) 5053-2222
Tudo sobre varizes e doenças vasculares
vascular.pro
Clínica de Cirurgia Vascular: Tratamento de VarizesAv Brasil, 2283, São Paulo, SP
FacebookTwitterYoutubeLinkedin

 

Amato, ACM. Cirurgia Vascular: O que você não pode ignorar. 1ª. edição. 2017
Amato, ACM. Procedimentos Médicos: Técnica e Tática. 2ª edição. 2016. Roca 
Amato, MCM. Manual do Médico Generalista na era do conhecimento. 2014. Roca