Dicas para parar de fumar

()

 

  • Beba água, suco de laranja, água de coco ou chupe gelo para manter a boca ocupada e se distrair do vício.
  • Coma palitos de vegetais como cenoura e pepino.
  • Faça exercícios para liberar endorfinas e substituir o prazer do cigarro.
  • Evite situações e hábitos que levem ao fumo, como ingestão de álcool ou ir a festas.
  • Escove os dentes logo depois de comer
  • Procure tratamento médico que, se necessário, pode incluir remédios.

Fumantes no Brasil

1969 – 34,8%

2000 – 16,2%

2016 – 15,1%

Os homens têm parado mais de fumar do que as mulheres, mas os números relacionados à elas se mantém estáveis.

Dados da Vigitel apontam que indivíduos com menos escolaridade fumam mais em comparação aos mais escolarizados.

 

Escolaridade em anos de estudo                                     Fumantes

0 a 8                                                                                    18,6%

+ 12                                                                                     10,2%

Na prática vemos muito menos doenças arteriais ateroscleróticas do que países com maior número de fumantes.

O que você achou deste artigo?

Clique nas estrelas

Média da classificação / 5. Número de votos:

Nenhum voto até agora! Seja o primeiro a avaliar este post.

Como você achou esse post útil...

Sigam nossas mídias sociais

Lamentamos que este post não tenha sido útil para você!

Vamos melhorar este post!

Diga-nos, como podemos melhorar este post?

nv-author-image

Alexandre Amato

O Dr Alexandre Amato é médico, professor de cirurgia vascular da Universidade de Santo Amaro (UNISA), e tem quatro especialidade médicas reconhecidas pelo MEC e respectivas sociedades: cirurgião geral, cirurgião vascular, angiorradiologista e ecografista. Formou-se na Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (PUC-SP) e especializou-se em vários hospitais privados e públicos em São Paulo. Aprofundou-se em cirurgia vascular em Milão, no hospital San Raffaele da Università Vita-Salute. Quando voltou, fez seu doutorado em cirurgia cardiotorácica na Universidade de São Paulo (USP). Fundou a Associação Brasileira de Lipedema para divulgar conhecimento de qualidade às mulheres portadoras de Lipedema.