Arterite de Takayasu

  • admin 
Takayasu
()

Existe tratamento para Arterite de Takayasu?  Fatos rápidos.

Fatos Rápidos

  • Arterite de Takayasu é muito mais comum em mulheres do que em homens. A doença começa geralmente em adultos jovens, mas crianças e pessoas de meia-idade podem adquiri-la, também.
  • Médicos encontram Takayasu (TAK) em angiografias. Angiografias são tipos de exames de raio-x que examinam as artérias. Na TAK, a angiografia mostra estreitamento das artérias maiores.
  • Artérias estreitadas ou bloqueadas causam problemas que variam de leves a graves. E, nesse momento que o cirurgião vascular entra em ação.
  • O tratamento de TAK quase sempre inclui glicocorticoides (prednisona e outros), que ajudam a reduzir a inflamação. Também podem ser prescritos aos pacientes medicamentos que suprimem o sistema imunológico.
  • Os sintomas de TAK refletem o fluxo sanguíneo deficiente nos tecidos e órgãos.

Arterite de Takayasu, também chamada de TAK, é uma forma rara de vasculite, doença envolvendo a inflamação nas paredes das artérias maiores no corpo: a aorta e seus ramos principais. A doença resulta de um ataque pelo sistema imunológico do próprio corpo, causando inflamação nas paredes das artérias. A inflamação leva ao estreitamento das artérias, e isso pode reduzir o fluxo de sangue para várias partes do corpo.

Arterite de Takayasu pode resultar em um pulso fraco ou perda do pulso em braços, pernas e órgãos. Por esta razão, as pessoas costumavam referir-se a doença como “doença sem pulso”. Às vezes os pacientes com TAK podem não ter sintomas, e a doença é tão rara que os médicos podem não reconhecê-la facilmente. Assim, muitas vezes, há um atraso na detecção, às vezes por vários anos.

 

 

 

O que você achou deste artigo?

Clique nas estrelas

Média da classificação / 5. Número de votos:

Nenhum voto até agora! Seja o primeiro a avaliar este post.

Como você achou esse post útil...

Sigam nossas mídias sociais

Lamentamos que este post não tenha sido útil para você!

Vamos melhorar este post!

Diga-nos, como podemos melhorar este post?

nv-author-image

Alexandre Amato

O Dr Alexandre Amato é médico, professor de cirurgia vascular da Universidade de Santo Amaro (UNISA), e tem quatro especialidade médicas reconhecidas pelo MEC e respectivas sociedades: cirurgião geral, cirurgião vascular, angiorradiologista e ecografista. Formou-se na Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (PUC-SP) e especializou-se em vários hospitais privados e públicos em São Paulo. Aprofundou-se em cirurgia vascular em Milão, no hospital San Raffaele da Università Vita-Salute. Quando voltou, fez seu doutorado em cirurgia cardiotorácica na Universidade de São Paulo (USP). Fundou a Associação Brasileira de Lipedema para divulgar conhecimento de qualidade às mulheres portadoras de Lipedema.