Coágulos de sangue (Trombo)

Coagulação

Os coágulos sanguíneos são massas semi-sólidas de sangue que podem ser estacionárias (trombose) e bloquear o fluxo de sangue ou se soltar (embolia) e viajar para várias partes do corpo. Coágulos de sangue podem ser fatais dependendo da sua localização e gravidade.

Seu médico provavelmente irá realizar um exame físico, e você poderá passar por uma ecografia venosa ou uma tomografia computadorizada do tórax, abdômen/pélvis ou cabeça, para ajudar a diagnosticar a sua condição. O tratamento pode depender se o coágulo está localizado em uma artéria ou veia. Seu médico pode prescrever medicação, trombólise direcionada via catéter, cirurgia ou colocação de filtro de veia cava inferior (VCI) para tratar a sua condição.

Sumário

O que são coágulos de sangue?

Coágulos de sangue são massas semi-sólidas de sangue. Normalmente, sangue flui livremente através das veias e artérias. Alguns coágulos de sangue, ou coagulação, são necessários e normais, poia a coagulação sanguínea ajuda a parar o sangramentos se você se cortar ou se ferir. No entanto, quando muita coagulação ocorre, pode causar sérias complicações.

Quando um coágulo de sangue se forma, pode ser estacionário (chamado trombose) e bloquear o fluxo de sangue ou se soltar (chamado embolia) e viajar para várias partes do corpo.

Existem dois tipos diferentes de coágulos:

  • Coágulos arteriais são aqueles que se formam dentro das artérias. Uma vez que os coágulos arteriais se formam, causam sintomas imediatamente. Como este tipo de coágulo impede que o oxigênio chegue em órgãos vitais, pode causar uma variedade de complicações como acidente vascular cerebral, ataque cardíaco, paralisia e dor intensa.
  • Coágulos venosos são aqueles que se formam nas veias. Coágulos venosos normalmente se formam lentamente durante um período de tempo e os sintomas de coágulos venosos gradualmente se tornam mais perceptíveis.

Coágulos sanguíneos podem ocorrer em diferentes partes do corpo, cada área tendo sintomas diferentes:

  • Pernas e braços: sintomas de coágulos de sangue nas pernas e braços variam e podem incluir dor ou caimbras, inchaço, sensibilidade, calor ao toque e azulação ou vermelhidão na cor de pele. Os coágulos que ocorrem nas veias maiores são chamados de trombose venosa profunda (TVP). Coágulos sanguíneos também podem ocorrer em veias menores e mais superficiais (mais perto da pele) formando a tromboflebite superficial.
  • Coração: Sintomas comuns de coágulos de sangue no coração incluem dor no peito e braço esquerdo, sudorese e dificuldade para respirar.
  • Pulmões: Os sintomas mais comuns incluem falta de ar ou dificuldade para respirar, dor no peito e tosse. Outros sintomas que podem ou não podem aparecer são sudorese, pele descorada, inchaço nas pernas, batimento cardíaco e/ou pulso irregulares e tonturas.
  • Cérebro: Pacientes com coágulos de sangue em seus cérebros podem experimentar problemas com sua visão ou fala, convulsões e fraqueza geral.
  • Abdômen: Os sintomas de coágulos de sangue abdominais podem incluir dor abdominal, náuseas, vômitos e diarreia e/ou sangue nas fezes.

Um coágulo de sangue pode ser fatal dependendo da localização e gravidade.

Como são avaliados os coágulos de sangue?

A avaliação de sua condição difere dependendo da localização e do tipo de seu coágulo de sangue. Seu médico começará geralmente obtendo seu histórico médico, pois isso pode fornecer informações sobre fatores que causaram o coágulo, e também irá realizar um exame físico. Em situações de emergência, onde os pacientes podem ser incapazes de descrever seus sintomas, os médicos podem enviar pacientes para uma avaliação imediatamente após um exame físico.

Você pode ser enviado para um ou mais dos seguintes exames:

  • Ecografia venosa: Este teste é geralmente o primeiro passo para a confirmação de um coágulo de sangue venoso. As ondas sonoras são usadas para criar uma imagem de suas veias. Um ultrassom com Doppler pode ser usado para ajudar a visualizar o fluxo de sangue em suas veias. Se os resultados do ultrassom forem inconclusivos, flebografia ou angiografia por ressonância magnética podem ser usadas.
  • Tomografia Computadorizada do tórax: Se o seu médico suspeitar que você tem uma embolia pulmonar, você pode se submeter a uma tomografia computadorizada. A causa mais comum de embolia pulmonar é quando um fragmento de uma perna ou coágulo pélvico se soltou e viajou através das veias para o pulmão. Você pode ser encaminhado à um raio x do tórax se seu médico acredita que você pode ter uma condição diferente de um coágulo de sangue.
  • Tomografia Computadorizada abdominal/pélvica: Este tipo de tomografia computadorizada pode ser usada se o seu médico suspeitar de um coágulo de sangue em algum lugar em seu abdômen ou pélvis. Também pode ser usada para descartar outras possíveis condições que causam os mesmos sintomas que os coágulos de sangue.
  • Tomografia Computadorizada da cabeça: Se você está tendo os sintomas de um AVC, seu doutor requisitará uma tomografia computadorizada de emergência da cabeça, a fim de confirmar a presença de um coágulo. Em alguns casos, seu médico poderá prescrever um exame de angiografia cerebral. Um ultrassom da carótida também pode ser realizado para ver se um fragmento de um coágulo de sangue no pescoço viajou para o cérebro.

Coágulos de sangue podem causar sintomas que imitam outras doenças ou condições. Você pode se submeter a testes adicionais para descartar outras condições.

Formação de um coágulo sanguíneo
Formação de um coágulo sanguineo

Como são tratados os coágulos de sangue?

Coágulos arteriais:

Seu médico pode recomendar que você se submeta a uma trombólise direcionada via cateter ou trombectomia, um procedimento que envia medicação para “quebra do coágulo” no local do coágulo, ou fazer uma cirurgia para removê-lo. Estes tratamentos são destinados a cuidar dos coágulos agressivamente já que coágulos arteriais podem bloquear o fluxo sanguíneo para os órgãos vitais. Eles são usados apenas em casos de emergência ou risco de vida, normalmente.

Coágulos venosos:

Se você for diagnosticado com um coágulo venoso profundo, você será medicado para ajudar a afinar seu sangue, para permitir que seu sangue passe mais facilmente pelo local do coágulo.

Seu médico pode pedir que você se submeta a um procedimento chamado de colocação de filtro de veia cava inferior. Isto é recomendado para pacientes que estão em alto risco devido a coágulos de sangue. Um filtro é colocado na sua veia para ajudar a prevenir que os fragmentos de coágulo viagem através das veias para o coração ou os pulmões.

Trombose Venosa Profunda

A trombose venosa profunda, ou TVP, ocorre frementemente logo após as válvulas venosas  formando coágulos sanguíneos.  O risco da TVP é desprender um desses coágulos que formam um êmbolo, esse êmbolo pode viajar  longas distâncias através das veias podendo atingir o coração.  Dentro do coração, esse êmbolo pode ir para as artérias pulmonares, que tem o calibre  muito menor que as artérias que ele viajou anteriormente.  Por ser um embolo maior do que essas artérias, ele pode obstruir as artérias pulmonares  formando uma área no pulmão isquêmica onde o sangue não passa isso se chama, embolia  pulmonar.  Ela ocorre menos frequentemente do que a TVP, mas é um risco de quem tem a trombose venosa  profunda.  Dor no peito é o sinal mais frequente de embolia pulmonar, tosse com sangue, aceleração  da frequência cardíaca e falta de ar, se você tem TVP, você tem o risco de embolia  pulmonar. 

Prof. Dr. Alexandre Amato

>
Rolar para cima
error: Alert: Content selection is disabled!!