fbpx

Lipedema e o coronavírus

()
Esperamos que todos estejam saudáveis e bem nesse momento crítico. Gostaria de informar que o lipedema NÃO é fator de risco para o coronavírus. Quem possui lipedema não tem risco maior de contrair o vírus, e quem contraiu o vírus não tem risco maior de complicação grave por causa do lipedema. Mas… o lipedema muitas vezes vem acompanhado de outras comorbidades (doenças associadas), como obesidade, diabetes, asma, idade avançada, que não tem relação direta com o lipedema, mas sim, podem agravar a evolução da doença. Sugerimos não realizar procedimentos eletivos de lipedema (lipoaspiração) no momento e aguardar o restabelecimento da segurança para voltar ao planejamento cirúrgico. Isso não significa que devem abandonar o tratamento. Esse é o momento para aumentar a dedicação ao tratamento clínico e auto-conhecimento. Algumas dicas:
Dieta: objetivo principal não piorar a dieta anterior, objetivo secundário melhorar a dieta anterior. Coma saudável. Aproveite para aprender sobre a dieta anti-inflamatória. Aproveite esse tempo para identificar os alimentos pró inflamatórios para você. (http://bit.ly/suadietapessoal). Pode estudar tambem a dieta cetogênica. (https://www.amato.com.br/content/perda-de-peso-rapida-e-dietas-cetogenicas)
Movimente-se: não fique sedentária. Não desista apesar das dificuldades. Aproveite para fazer aulas online de Yoga e Pilates. Existem muitas à disposição. (mas dêem uma olhada em https://lymphaticyoga.net/) A plataforma vibratória é excelente para ser feita dentro de casa.
Elastocompressão: Se você está usando meias elásticas, não deixe de usar porque está em casa. Cuide delas adequadamente para que durem mais. Não compre meias novas online sem saber o modelo e tamanho exato.
Veja sobre as terapias alternativas que à vezes não temos tempo de dar atenção, como a escovação a seco por exemplo (https://vascular.pro/escovacao-a-seco/)
Piora dos sintomas? Bom, se já temos poucos trabalhos sobre lipedema em geral, imagina sobre a relação de lipedema com o coronavirus… Pessoalmente eu acredito que como o covid19 é uma doença inflamatória, ela pode ser um gatilho para os sintomas inflamatórios do lipedema. Mas, se você está nesse grupo, já deve saber e ter lido sobre as mais diversas maneiras de controlar esses sintomas. Se acontecer, não se preocupe. Trate a infecção que é primordial seguindo as orientações do seu médico, e depois, resolvemos os sintomas do lipedema.
Entendemos que o isolamento é dificil para todos, principalmente para as portadoras de lipedema, mas a prioridade é a saúde de todos. Mantenha a saúde mental com rotina de exercícios, estude sobre o assunto, converse com amigas online, resgate um hobbie antigo, leia, escreva, utilize seu tempo de forma a melhorar. Diminua o tempo em mídias sociais e lendo notícias ruins. Sugerimos ler apenas o jornal https://thegoodnewscoronavirus.com/, que apresenta as BOAS notícias.
Se todo mundo fizer sua parte, que é bem simples, retomaremos nossas vidas fora de casa em breve.

Como você achou esse post útil...

Sigam nossas mídias sociais

Lamentamos que este post não tenha sido útil para você!

Vamos melhorar este post!

Diga-nos, como podemos melhorar este post?

  • […] post Lipedema e o coronavírus apareceu primeiro em […]

  • >
    Rolar para cima
    × Precisa de ajuda? Fale conosco! Available from 08:00 to 20:30