fbpx

Bioimpedância

()

Se você já fez algum tipo de atividade física com acompanhamento profissional já deve ter ouvido falar do exame de bioimpedância. É um procedimento muito comum, realizado em academias de ginástica, por profissionais de educação física, nutricionistas e outros especialistas médicos. A avaliação é uma ferramenta importante na análise, estudo e acompanhamento da composição corporal do indivíduo.

Veja a seguir o que é, como é o exame de bioimpedância e qual a importância dele para a sua saúde.

O que é o exame de bioimpedância

O exame de bioimpedância, ou bioimpedância elétrica (BIA), é um teste que tem o objetivo de descobrir a quantidade estimada de gordura, massa magra, água e outras substâncias presentes no corpo de um indivíduo.

Por meio desse exame também é possível definir a taxa metabólica do paciente. Ou seja, a quantidade de calorias gasta com o corpo em repouso, apenas com o trabalho diário dos seus órgãos, células e funcionamento de tecidos.

É como se fosse uma evolução da balança que apenas determina o peso geral do corpo de uma pessoa. Mas, nesse caso, a balança não faz diferenciação entre o que é gordura, músculo ou água. A balança apresenta valores gerais, enquanto a bioimpedância apresenta valores específicos.

O exame de bioimpedância é indicado para aqueles casos em que o indivíduo precisa de uma avaliação mais completa da sua composição corporal. A partir dessas informações, deverão ser traçadas estratégias para melhorar aquilo que não está dentro do esperado.

Normalmente, é uma solicitação do profissional de nutrição, do endocrinologista, mas também pode ser uma requisição do educador físico ou de qualquer especialidade médica que precisa dessas informações para iniciar ou continuar algum tratamento médico.

Como é feito o exame de bioimpedância

O método da bioimpedância elétrica (BIA) é baseado na condução de uma corrente elétrica de baixa intensidade, aplicada ao organismo por meio de cabos conectados a eletrodos ou superfícies condutoras, que são colocados em contato com a pele. 

O procedimento é totalmente indolor e as partes do corpo requisitadas são, normalmente, as mãos e os pés. A corrente elétrica é muito suave, quase imperceptível ao paciente, mas eficiente para obtenção dos resultados.

Também é um exame bastante rápido com duração total de cerca de 12 minutos. 10 minutos são de repouso absoluto para estabilização do indivíduo sobre a maca e 2 minutos efetivos do exame.

Cuidados antes de fazer o exame de bioimpedância

Apesar de sua facilidade técnica e alta reprodutibilidade, situações em que o balanço hidroeletrolítico está alterado podem tornar as estimativas menos precisas, assim como a ingestão recente de alimentos e obesidade. 

Portanto, existem alguns pré-requisitos para a realização da bioimpedância. São eles:

  • Estar em jejum por, pelo menos, 4 horas antes do teste, com ingestão reduzida de água, inclusive;
  • Evitar o consumo de cafeína. Não ingerir café, chocolate, chá e alguns medicamentos;
  • Realizar o exame fora do período menstrual para evitar que o inchaço, comum nessa fase, altere os resultados;
  • Evitar a ingestão de bebida alcoólica antes da aplicação do teste;
  • Evitar qualquer situação ou hábito que possa deixar o corpo mais pesado do que o normal, como ficar muito tempo em uma mesma posição ou usar roupas muito apertadas, por exemplo;
  • Evitar realizar atividades físicas nas 24 horas anteriores ao exame;
  • Urinar alguns minutos antes da realização do exame;
  • Na hora do exame, estar livre de anéis, pulseiras, relógios, tornozeleiras e cordões metálicos, pois podem interferir no resultado.

 

Além disso, a pessoa que for submetida ao exame não deve estar febril. Gestantes e pacientes que utilizam marcapasso ou outro aparelho do tipo não devem fazer o teste para evitar complicações.

Também não é um exame recomendado para pessoas com algum suporte metálico no corpo, como placas nos braços ou pernas. Esses objetos podem interferir nos cálculos.

Os aparelhos disponíveis para este tipo de avaliação fornecem os valores de gordura, por meio de equações preditivas ajustadas para sexo, idade, peso, altura e nível de atividade física.

Assim, os resultados são bastante específicos e bem definidos, uma vez que levam em conta as características pessoais e individuais de cada paciente. 

Geralmente, a bioimpedância é realizada em intervalos definidos que podem variar em 30 dias, 3 ou 6 meses, de acordo com a necessidade e indicação do profissional que faz o acompanhamento.

Por que fazer a bioimpedância ?

O teste de bioimpedância é a melhor maneira de descobrir, de um jeito certo e bem delineado, toda a composição corporal de um indivíduo, algo que uma balança comum não é capaz de fazer.

Quem está com restrição alimentar e prática de atividade física com o objetivo de perder peso e ganhar massa muscular, por exemplo, poderá fazer esse acompanhamento mediante a bioimpedância.

Caso utilize apenas uma balança comum, facilmente se sentirá frustrada, uma vez que o tecido gorduroso tem uma densidade menor do que o tecido muscular, embora em menor quantidade. 

Imagine que alguém segue a dieta corretamente, faz todos os exercícios físicos, mas quando vai verificar o peso percebe que o número da balança aumentou. Logo essa pessoa acredita que não está obtendo resultados.

Na verdade, ela está perdendo gordura e ganhando músculos. Por isso, o peso da balança não está diminuindo, ao contrário, está aumentando, afinal, o músculo é mais pesado do que a gordura corporal.

Além disso, a bioimpedância é muito importante para controlar a quantidade de gordura presente no corpo do indivíduo, uma observação fundamental para a prevenção e controle de muitas doenças.

A gordura em excesso está diretamente relacionada com o risco cardiometabólico, ou seja, aumenta a incidência de:

  • Diabetes;
  • Hipertensão;
  • Infarto do miocárdio;
  • Insuficiência renal;
  • Aneurisma;
  • Acidentes vasculares cerebrais ou periféricos, entre outras doenças.

Também é um grande fator de risco para a obesidade, a aterosclerose, doenças vasculares, diminuição da mobilidade, queda da autoestima e muito mais. 

A bioimpedância elétrica é um exame que auxilia no monitoramento da quantidade de gordura, definindo parâmetros saudáveis e permitindo a prescrição de estratégias para a redução desse percentual adiposo. Podemos listar como as principais vantagens:

  • Avaliação precisa da composição corporal do indivíduo;
  • Definição correta de estratégias (alimentação e atividade física) de acordo com as necessidades de cada um;
  • Acompanhamento da evolução do indivíduo, na redução do percentual de gordura e aumento da massa muscular;
  • Prevenção e controle de doenças ligadas à quantidade de gordura no organismo.

Como vimos, o exame de bioimpedância elétrica é uma ferramenta importante no gerenciamento e controle da saúde e da composição corporal do indivíduo. Por meio dele, podemos fazer cálculos precisos da quantidade de gordura existente. A partir dessas informações, podemos pensar em maneiras de reduzir esse percentual de gordura e ajudar cada paciente a garantir uma melhor qualidade de vida. Portanto, a bioimpedância está longe de ser uma ferramenta para melhorar apenas a estética do indivíduo, mas, principalmente, a sua saúde e o seu bem-estar.

 

O que você achou deste artigo?

Clique nas estrelas

Média da classificação / 5. Número de votos:

Nenhum voto até agora! Seja o primeiro a avaliar este post.

Como você achou esse post útil...

Sigam nossas mídias sociais

Lamentamos que este post não tenha sido útil para você!

Vamos melhorar este post!

Diga-nos, como podemos melhorar este post?

>
Rolar para cima
× Precisa de ajuda? Fale conosco! Available from 08:00 to 20:30