Respiração profunda

Respiração Profunda
()

Muitas pacientes relatam uma melhora no fluxo linfático apenas por meio do padrão respiratório. E acontece que elas estão certas. Respirar de maneira a causar uma expansão profunda e a contração do diafragma estimula o sistema linfático, massageia os órgãos internos, estimula o corpo a se livrar das toxinas e reduz o estresse. Este último é particularmente importante para pacientes com desordens relacionadas à gordura (lipedema, Dercum), já que o estresse pode ser um gatilho para esses sintomas.

Incorporar exercícios que se concentram na respiração, como Tai Chi, Yoga (linfática) e Pilates pode ser especialmente eficaz para aqueles pacientes que sofrem de uma doença relacionada à gordura.

A FDRS tem um vídeo sobre respiração profunda em seu canal no YouTube, “Deep Breathing Demonstration #FDRS2016”, veja:

Deep Breathing Demonstration #FDRS2016

O que você achou deste artigo?

Clique nas estrelas

Média da classificação / 5. Número de votos:

Nenhum voto até agora! Seja o primeiro a avaliar este post.

Como você achou esse post útil...

Sigam nossas mídias sociais

Lamentamos que este post não tenha sido útil para você!

Vamos melhorar este post!

Diga-nos, como podemos melhorar este post?

nv-author-image

Alexandre Amato

O Dr Alexandre Amato é médico, professor de cirurgia vascular da Universidade de Santo Amaro (UNISA), e tem quatro especialidade médicas reconhecidas pelo MEC e respectivas sociedades: cirurgião geral, cirurgião vascular, angiorradiologista e ecografista. Formou-se na Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (PUC-SP) e especializou-se em vários hospitais privados e públicos em São Paulo. Aprofundou-se em cirurgia vascular em Milão, no hospital San Raffaele da Università Vita-Salute. Quando voltou, fez seu doutorado em cirurgia cardiotorácica na Universidade de São Paulo (USP). Fundou a Associação Brasileira de Lipedema para divulgar conhecimento de qualidade às mulheres portadoras de Lipedema.

Marcações:

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.