Como prevenir varizes?

()

Como prevenir varizes?

2020-04-20 22:20:58
()

As varizes são veias superficiais que apresentam alguma alteração de circulação, estando mais dilatadas que o comum, marcando a pele e causando muitas vezes inchaço, queimação, dor e cansaço.

Quando existe o aparecimento de um desses sintomas, o principal procedimento é procurar um médico especialista, para uma melhor avaliação da inflamação e um esclarecimento sobre os tratamentos mais indicados.

De qualquer maneira, algumas dicas e medidas que podem ser tomadas para que se evite ou se retarde o aparecimento das varizes ou dos sintomas venosos. São elas:

Alimentação saudável: Consumir regularmente líquidos, ter uma alimentação rica em fibras, evitar o fumo e o sobrepeso ajudam a prevenir o aparecimento das varizes.

Manter uma rotina de exercícios: Caminhadas durante o dia, subir escadas ao invés de usar o elevador, se movimentar no trabalho, são exemplos que auxiliam na circulação sanguínea nas pernas; a prática da ginástica e da musculação, quando não exageradas e bem orientadas, também são bastante aconselháveis.

Uso de meias elásticas medicinais/ortopédicas: A compressão exercida por essas meias facilita o fluxo de sangue e evita inchaços. Quanto ao tamanho das meias é preciso ficar atento à medida da panturrilha da perna, evitando as que ficarem –muito apertadas. Meias terapêuticas são de indicação médica, e devem ser receitadas após consulta.

Uso de saltos moderados: uso do salto alto é uma das maiores dúvidas entre as causas do aparecimentos das varizes. É preciso reconhecer que todo exagero pode causar problemas, assim, saltos muito altos e passar muito tempo com o mesmo calçado pode atrapalhar a circulação e também o movimento da panturrilha, assim, nada é proibido, mas cautelas são sempre importantes.

Relaxar as pernas: Deitar-se com as pernas elevadas é saudável. Deixar os pés mais altos que o coração auxilia o retorno venoso favorecendo uma melhor circulação sanguínea.

Através destas dicas e precauções, você prevenirá não apenas as varizes, mas terá uma vida mais saudável em todos os aspectos. E importante lembrar também sobre a importância de consultar um médico especialista que ajudará melhor na manutenção da sua saúde.   Já tínhamos falado sobre prevenção de varizes em 2011, mas não custa nada relembrar e reforçar os conceitos básicos de saúde das pernas.

O que você achou deste artigo?

Clique nas estrelas

Média da classificação / 5. Número de votos:

Nenhum voto até agora! Seja o primeiro a avaliar este post.

Como você achou esse post útil…

Sigam nossas mídias sociais

Lamentamos que este post não tenha sido útil para você!

Vamos melhorar este post!

Diga-nos, como podemos melhorar este post?

Tratamentos possíveis:

()
Sempre procure seu médico para indicar o melhor tratamento. Não faça auto medicação.

O que você achou deste artigo?

Clique nas estrelas

Média da classificação / 5. Número de votos:

Nenhum voto até agora! Seja o primeiro a avaliar este post.

Como você achou esse post útil...

Sigam nossas mídias sociais

Lamentamos que este post não tenha sido útil para você!

Vamos melhorar este post!

Diga-nos, como podemos melhorar este post?

O que você achou deste artigo?

Clique nas estrelas

Média da classificação / 5. Número de votos:

Nenhum voto até agora! Seja o primeiro a avaliar este post.

Como você achou esse post útil...

Sigam nossas mídias sociais

Lamentamos que este post não tenha sido útil para você!

Vamos melhorar este post!

Diga-nos, como podemos melhorar este post?

nv-author-image

Alexandre Amato

O Dr Alexandre Amato é médico, professor de cirurgia vascular da Universidade de Santo Amaro (UNISA), e tem quatro especialidade médicas reconhecidas pelo MEC e respectivas sociedades: cirurgião geral, cirurgião vascular, angiorradiologista e ecografista. Formou-se na Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (PUC-SP) e especializou-se em vários hospitais privados e públicos em São Paulo. Aprofundou-se em cirurgia vascular em Milão, no hospital San Raffaele da Università Vita-Salute. Quando voltou, fez seu doutorado em cirurgia cardiotorácica na Universidade de São Paulo (USP). Fundou a Associação Brasileira de Lipedema para divulgar conhecimento de qualidade às mulheres portadoras de Lipedema.