Quarentena: 7 formas de se conectar com seu interior e acalmar o corpo

()

A quarentena pode ser vista de duas formas: uma catástrofe ou uma oportunidade de crescimento. Ela é as duas coisas ao mesmo tempo, por isso você pode escolher qual visão terá dela.

Abaixo preparamos uma lista de atividades para se conhecer melhor e ainda acalmar o corpo. Separamos também algumas dicas para não ficar parada nesse momento.

Boa leitura!

 

1. Cozinhe algo especial na quarentena

Mesmo dando um trabalhão, cozinhar é uma das atividades mais prazerosas que existem, não é verdade? Ver a família alimentada e feliz é tudo de bom. No entanto, busque inovar no cardápio durante a quarentena.

É provável que a dieta seguia algum padrão antes dos acontecimentos que levaram à quarentena, e que comidas mais finas só eram degustadas em restaurantes. Arrisque um pouco e tente replicar pratos que já experimentou.

Quando estamos focadas em uma atividade, nosso corpo se acalma naturalmente, assim como nossa mente. Assim você pode se conectar com seu interior com mais facilidade.

Como você nunca fez alguns pratos, com certeza vai acabar cometendo erros. Aliás, a forma como vai lidar com isso é o que importa. Dê o seu melhor e preze por estar no momento presente. A evolução virá naturalmente.

2. Pratique atividades físicas

Nada de ficar parada na quarentena, Ok? Isso deixa nosso corpo mais frágil, o que debilita nossa saúde. Aliás, pratique exercícios aeróbicos, mesmo que dentro de casa, para reagir bem à doença em caso de contaminação.

Se a situação de sua cidade permitir, aproveite para correr na rua ou apenas caminhar. Evite ficar deitada no sofá ou na cama nas horas livres; faça coisas construtivas com seu tempo.

Aliás, aproveite para cultivar alguns pensamentos positivos. Treine corrida para deixar seu corpo bonito para o verão, por exemplo, visualizando que tudo terá passado até lá. Isso permite encarar de cabeça erguida a situação atual.

No caso de ter filhos, coloque a criançada para brincar com você. Com certeza será uma ótima atividade física, além de aproximar ainda mais a família.

3. Passe o tempo livre lendo livros

Mesmo com nosso corpo em confinamento, nossa mente pode vagar por vários mundos. É exatamente isso que um livro faz conosco: permite que conheçamos lugares fantásticos.

Como dito no tópico anterior, ficar deitada no sofá vendo TV só vai aumentar sua neura sobre a quarentena. Dessa forma, deixe o celular e a TV de lado e parta para o fabuloso mundo dos livros.

Aliás, você não precisa se concentrar em obras como Harry Potter, Senhor dos Anéis e assim por diante; existem muitos livros técnicos por aí, os quais vão agregar valor ao seu trabalho.

Se você ainda não tem o hábito de ler, comece com uma meta diária de leitura. Nada de tentar ler um livro inteiro de uma só vez. Comece com 10, 20 ou 30 páginas diárias. Nesse ritmo você lerá quase 3 livros por mês — mais do que o brasileiro médio lê por ano.

4. Assistir série e ver filmes também vale na quarentena

Uma pipoca com refri ao lado do mozão vendo um filme na Netflix… tudo de bom!

Os pequenos momentos de nossas vidas são os que mostram quem realmente somos. Nesse sentido, o que você faz repetidas vezes, o conjunto de padrões que expressa delimitam quem você é.

Se você é uma pessoa capaz de reserva um tempo para si mesma, com certeza a ansiedade passará longe de sua vida. Você já viu como são as mulheres que enlouquecem? Estão sempre pensando em filhos, marido e trabalho. Tudo bem manter isso na cabeça, mas lembre-se de tirar um tempinho para você também.

Existem ótimas séries na Netflix, como La Casa de Papel, Lúcifer, Friends e por aí vai. Com certeza você terá ótimos momentos em família — ou sozinha — curtindo um filminho.

5. Aplique alguns princípios de mindfulness em sua vida

Se você estiver muito ansiosa, procure praticar um pouco de mindfulness. Aliás, essa prática vale para qualquer momento do dia, assim como tanto para o estresse quanto para ansiedade.

Um momento muito estressante é o trânsito. Às vezes parece que o carro da frente não anda, não é verdade? E nisso começa o roer de unhas, movimentos repetidos com os pés e a sensação de falta de ar. Quando estiver nesse momento, foque na sensação do toque de suas mãos no volante.

Sinta a textura, a aspereza, se possui imperfeições e todos os detalhes do volante. Concentre-se para manter o foco nas palmas das mãos o tempo todo. Esse exercício acalma o corpo com facilidade.

6. Aprenda uma nova habilidade durante a quarentena

De bobeira em casa na quarentena? É hora de aprender uma nova habilidade!

Estudar é uma capacidade muito importante no mercado de trabalho atual. Saber onde buscar informações, assim como adquirir novos conhecimentos é vital para manter o emprego — ainda mais no momento em que estamos.

Fora isso, quando iniciar um novo curso, preste atenção nas respostas que seu corpo e mente vão fornecer. Será que você tem preguiça de estudar? Gosta de procrastinar tarefas? Quais assuntos te chama atenção?

Responder essas perguntas é se aprofundar no conhecimento de si mesma. Aliás, aproveite para treinar novos padrões. Essa é uma característica humana incrível.

7. Converse consigo mesma

Embora possa parecer coisas de gente doida, conversar consigo mesma na verdade é muito saudável. O isolamento que a quarentena trouxe causou uma falta enorme de contato humano. Por isso que conversar sozinha pode ser algo inevitável, às vezes.

Além disso, conversar sozinha permite que você se conheça melhor. Pegue uma linha de raciocínio e discorra sobre o assunto. Veja quais são suas opiniões, o que pensa sobre determinados assuntos e qual é seu posicionamento.

O ato de conversar sozinha ajuda a se conectar com quem você realmente é. Aliás, por colocar para fora seus pensamentos, naturalmente você ficará mais tranquila.

Um ótimo momento para conversar sozinha é durante o trânsito. Aproveite para comentar o que está passando no rádio ou falar sobre um assunto de seu interesse.

Essas foram 7 formas eficiente de se conectar com seu interior e acalmar o corpo. Você pode adotar quantas delas quiser para sua vida, assim como outras que não foram listadas.

O importante é passar a quarentena sem problemas psicológicos, Ok?!

 

O que você achou deste artigo?

Clique nas estrelas

Média da classificação / 5. Número de votos:

Nenhum voto até agora! Seja o primeiro a avaliar este post.

Como você achou esse post útil...

Sigam nossas mídias sociais

Lamentamos que este post não tenha sido útil para você!

Vamos melhorar este post!

Diga-nos, como podemos melhorar este post?

nv-author-image

Alexandre Amato

O Dr Alexandre Amato é médico, professor de cirurgia vascular da Universidade de Santo Amaro (UNISA), e tem quatro especialidade médicas reconhecidas pelo MEC e respectivas sociedades: cirurgião geral, cirurgião vascular, angiorradiologista e ecografista. Formou-se na Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (PUC-SP) e especializou-se em vários hospitais privados e públicos em São Paulo. Aprofundou-se em cirurgia vascular em Milão, no hospital San Raffaele da Università Vita-Salute. Quando voltou, fez seu doutorado em cirurgia cardiotorácica na Universidade de São Paulo (USP). Fundou a Associação Brasileira de Lipedema para divulgar conhecimento de qualidade às mulheres portadoras de Lipedema.