Cuide do seu coração: 5 medidas para mantê-lo saudável e forte

()

O coração é um órgão bastante delicado e que requer cuidados especiais. A melhor forma de cuidar do coração é praticar atividades físicas, comer bem e manter o estresse longe de sua vida.

Está precisando de uma ajudinha para manter a saúde? Veja 5 medidas que com certeza vão te ajudar bastante!

 

1. Pratique atividade física

A atividade física é indicada para quem quer uma vida longa e com poucas doenças. Aliás, os exercícios são ótimos em praticamente qualquer tratamento, salvo raras exceções.

Uma boa maneira de manter o corpo ativo é por meio do esporte. Jogar bola, nadar, correr e até jogar ping-pong está valendo. O mínimo recomendado são 1 hora por dia, 3 vezes na semana.

No entanto, nem todo mundo gosta de esportes e, por isso, algumas pessoas preferem a caminhada. Essa atividade física é bastante relaxante e benéfica para nosso corpo. Aliás, quando realizada com constância, proporciona vários benefícios para nossa saúde.

Quando falamos em saúde do coração, basta não ficar parado. Porém, deve-se levar em conta a idade do indivíduo, pois, em alguns casos, uma atividade intensa pode ser prejudicial para ele; ao passo que exercícios brandos não são legais para quem pode se esforçar.

O coração é um músculo, e como tal precisa ser colocado em atividade. É por isso que a caminhada com um pouco de corrida é poderosa. Assim você acelera um pouco os batimentos, o que permite um coração mais forte.

Em caso de não ser possível sair para caminhar, usar uma esteira também é uma boa opção. O importante é não ficar parado em casa vendo TV.

2. Tenha uma dieta equilibrada

Uma dieta equilibrada, assim como a atividade física, é a recomendação para qualquer problema no organismo humano. De fato, o que comemos interfere diretamente em nosso corpo, tanto para melhor quanto para pior.

Dessa forma, o ideal é manter uma dieta equilibrada. Ou seja, devemos consumir a quantidade diária recomendada de cada nutriente para manter todos os processos funcionando em nosso corpo.

Uma das vantagens de uma dieta equilibrada é sua prevenção de doenças. Com os intestinos, estômago, pâncreas e demais órgãos funcionando a pleno vapor, as chances de uma doença surgir são pequenas – mas existem.

Além disso, dois órgãos de destaque, o coração e o cérebro, são beneficiados com a dieta. As dietas equilibradas não possuem doses altas de colesterol nem gorduras, o que permite ao coração funcionar com tranquilidade. Da mesma forma o cérebro recebe todos os nutrientes para seu funcionamento, os quais mantêm sua saúde.

As hortaliças, verduras e legumes devem reinar em seu prato. Além disso, a água ajuda a manter o organismo funcionando de forma correta, e por isso deve ser consumida com regularidade. O ideal são de 2 a 4 litros de água por dia. Não misture sólidos com líquidos: beba líquidos 1 hora antes ou depois de cada refeição.

3. Evite alimentos gordurosos ou com muito açúcar

Os alimentos gordurosos e com muito açúcar são péssimos para sua saúde. Refrigerantes, doces, fast food e demais alimentos parecidos devem ser evitados ao máximo. Você pode sim consumir esses produtos, desde que em pequenas quantidades e de forma esporádica.

Algo que acaba com sua saúde são os famosos lanchinhos fora de casa. Às vezes, por causa do dia a dia agitado, preferimos comer algo na barraquinha perto do ponto de ônibus do que almoçar ou jantar. Fazer isso uma ou duas vezes não tem problema. O erro é tornar isso um hábito.

Seu organismo com certeza vai sentir a falta de nutrientes. Além disso, a maioria das comidas de rua costumam ser gordurosas e pouco saudáveis. Ou seja, além de deixar seu corpo fraco, ainda vai colaborar para entupir artérias e veias em seu organismo.

Já os doces, por sua vez, também não apresentam valores nutricionais atrativos, e ainda te expõe a um mal tremendo: a diabetes. Uma vez com ela, seu corpo vai se deteriorando aos poucos, fora as restrições alimentares severas.

Consuma apenas alimentos com bons nutrientes e deixe de comer apenas pelo prazer. Assim seu corpo será saudável e resistirá a várias doenças ao longo dos anos.

4. Mantenha um sono saudável

A qualidade do sono interfere muito em nossa saúde. Aliás, a saúde do coração é a que mais choca quando olhamos para os dados.

Um artigo publicado da Centers for Disease Control and Prevention, intitulado “How Does Sleep Affect Your Heart Health? ”, apresentou informações alarmantes:

  •       Uma boa noite de sono permite que a pressão sanguínea fique baixa no período noturno. No entanto, não dormir ou ter uma noite de sono ruim faz com que a pressão fique alta o dia todo. Assim as chances de derrames e ataques cardíacos aumentam.
  •       Dormir bem permite que o corpo regule melhor seus processos, o que inclui até mesmo a quantidade de açúcar no sangue. Isso é importante para quem possui diabetes tipo 2.
  •       Deixar de dormir de forma adequada por levar a obesidade. A razão disso é que áreas relacionadas com a vontade de comer são afetadas, desregulando nosso “sentido de fome”.

5. Evite o estresse em seu dia a dia

O estresse, junto com a depressão, são os maiores problemas do século. Aliás, ambos são tão problemáticos que até mesmo lidar com eles é difícil. Muitas vezes o estresse é rotineiro em nossas vidas, assim como os gatilhos da depressão.

Uma solução prática para reduzir o estresse é ficar no momento presente. A razão disso é que o estresse está relacionado com algo que está em nossa mente, geralmente no futuro, ou seja, o “vir a ser”.

Ficar no presente é um desafio dos grandes. No entanto, é uma habilidade que podemos cultivar com alguns exercícios específicos. O mais comum deles, todavia, são as práticas de mindfulness – em especial a respiração consciente.

Sempre que se sentir estressado ou ansioso, procure pelas sensações da respiração e foque nelas. Sinta o abdômen subindo e descendo; veja se o ar que entra é mais quente que o ar que sai.

Com o tempo e a prática você vai se livrar dos males do estresse, os quais incluem problemas cardíacos, hormônios desregulados e até transtornos mentais.

Coloque todas essas medidas em prática o quanto antes. Sua saúde é muito valiosa!

 

O que você achou deste artigo?

Clique nas estrelas

Média da classificação / 5. Número de votos:

Nenhum voto até agora! Seja o primeiro a avaliar este post.

Como você achou esse post útil...

Sigam nossas mídias sociais

Lamentamos que este post não tenha sido útil para você!

Vamos melhorar este post!

Diga-nos, como podemos melhorar este post?

nv-author-image

Alexandre Amato

O Dr Alexandre Amato é médico, professor de cirurgia vascular da Universidade de Santo Amaro (UNISA), e tem quatro especialidade médicas reconhecidas pelo MEC e respectivas sociedades: cirurgião geral, cirurgião vascular, angiorradiologista e ecografista. Formou-se na Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (PUC-SP) e especializou-se em vários hospitais privados e públicos em São Paulo. Aprofundou-se em cirurgia vascular em Milão, no hospital San Raffaele da Università Vita-Salute. Quando voltou, fez seu doutorado em cirurgia cardiotorácica na Universidade de São Paulo (USP). Fundou a Associação Brasileira de Lipedema para divulgar conhecimento de qualidade às mulheres portadoras de Lipedema.