fbpx

Conheça os riscos do consumo excessivo de energéticos

()

Muitas pessoas têm o costume de consumir energéticos para ficarem acordadas por um longo período. Elas podem fazer isso para aproveitar uma festa, por exemplo, e até mesmo para não dormir no trabalho ou em uma aula.

Se você já consumiu esse tipo de bebida ou presenciou outras pessoas consumindo, sabe que o energético é capaz de melhorar a disposição de certos indivíduos. Mas, é importante tomar cuidado com a ingestão dessa bebida, pois o consumo excessivo de energéticos pode trazer vários riscos para a saúde.

Para que você saiba quais são as consequências de consumir energéticos em excesso, agora vamos listar os principais riscos dessa ação.

Quem pode tomar energético

Antes de listar quais são os riscos de consumir em excesso essa bebida, é essencial lembrar que a ingestão de energético não é recomendada para determinados grupos de pessoas.

Indivíduos que devem evitar o consumo de energético em qualquer quantidade são: gestantes, idosos, crianças e quem possui alguma enfermidade, como hipertensão, diabetes ou problemas cardíacos.

Eles não devem consumir a bebida, porque as substâncias presentes nela podem causar danos mais graves para esses organismos. Pessoas hipertensas, por exemplo, podem elevar a pressão arterial ao tomar muito energético, pois esse possui uma alta quantidade de cafeína. Ou seja, mesmo consumindo uma pequena quantidade da bebida, elas podem correr um grande risco.

Sendo assim, se você faz parte de algum dos grupos citados acima, evite tomar energéticos.

Riscos do consumo excessivo de energéticos

Caso você não faça parte dos grupos que devem evitar a ingestão da bebida, pode tomá-la de forma esporádica. Verifique, agora, quais são os riscos de consumi-la excessivamente para lembrar-se de não ingerir mais do que o recomendado.

Energético possui muita cafeína

A cafeína estimula o sistema nervoso central e, assim, faz com que as pessoas se sintam mais dispostas e alertas. Por isso, esse é um ingrediente que está presente em grande quantidade em praticamente todas as bebidas energéticas.

Apesar de cumprir o objetivo de manter o consumidor acordado por mais tempo, ingerir cafeína em excesso não faz bem para a saúde.

Quando consumida excessivamente essa substância prejudica a saúde, porque pode desidratar o organismo e ainda intoxica-lo, causando náuseas, tremores, aumento da frequência dos batimentos cardíacos e insônia.

Lembre-se de que isso não significa que você deve cortar totalmente a cafeína de seu cotidiano. Mas, como em excesso ela é prejudicial à saúde e o energético concentra uma alta quantidade da substância, esse tem que ser consumido moderadamente.

Há diversos estimulantes no produto

Além da cafeína, um energético possui mais estimulantes em sua composição, como guaraná, taurina, açaí, creatina, entre outros. Eles ajudam a pessoa a manter a disposição, mas assim como a cafeína, também são prejudiciais quando consumidos em excesso.

Se forem ingeridos em grande quantidade, esses estimulantes também podem causar irritabilidade, ansiedade, insônia, tremores e aumento da frequência dos batimentos cardíacos.

Por isso, deve-se evitar ingeri-los em excesso. Entretanto, da mesma forma que acontece com a cafeína, esses estimulantes não precisam ser cortados de sua alimentação. Você pode consumir açaí ou guaraná, por exemplo, em quantidades moderadas. Dessa forma, pode aproveitar os benefícios das substâncias sem prejudicar sua saúde.

A presença de sódio e açúcar também é grande

Outros ingredientes que costumam estar presentes em grande quantidade nos energéticos são o sódio e o açúcar. O consumo excessivo de sódio no dia a dia deve ser evitado, porque pode provocar problemas graves, como hipertensão e inchaço.

Ingerir uma bebida com quantidade elevada de açúcar também é preocupante, principalmente para pessoas que têm predisposição para ter diabetes, pois essa pode ser desenvolvida por um consumo exagerado da substância.

Apesar de ser mais preocupante para quem tem uma predisposição à diabetes, o consumo exagerado de açúcar deve ser evitado por todos. Isso é fundamental, porque quando ingerido em excesso, o açúcar provoca um pico de glicemia no organismo.

No momento, isso pode parecer agradável para a pessoa, mas depois, ela vai sentir um cansaço ainda maior do que ela estava sentindo antes de tomar o energético. Para diminuir a sua ingestão de açúcar, existem duas ações que podem ser realizadas.

Uma delas é checar a quantidade de açúcar em energéticos de marcas diferentes, pois ela pode variar de acordo com a fabricante, e escolher a opção com a concentração mais baixa.

A segunda alternativa é optar por bebidas energéticas sem açúcar. Mas, não se esqueça de que não é porque não há essa substância que você pode abusar do produto. Um energético sem açúcar traz menos riscos para o seu organismo, mas ele ainda contém diversos estimulantes.

A bebida pode viciar

Como o energético possui açúcar e estimulantes, por exemplo, a cafeína, ele pode sim viciar quando consumido de forma exagerada. Isso acontece porque o produto para de fazer efeito no organismo e a pessoa precisa ingerir cada vez mais uma quantidade maior da bebida para alcançar a sensação de disposição que obtinha antes.

A mistura de energético com álcool é perigosa?

Misturar energético com álcool é uma prática frequente, mas bastante perigosa, já que pode aumentar os efeitos negativos de ambas as substâncias no organismo. E por que isso acontece?

O energético estimula o sistema nervoso central, enquanto o álcool o deprime. Sendo assim, quando há a mistura das duas substâncias, o indivíduo precisa beber mais energético para obter energia.

Então, quando consumida, essa combinação pode causar suor, um grande aumento na frequência dos batimentos cardíacos e na liberação de adrenalina. Além disso, como foi dito, consumir energético em excesso pode levar à desidratação do organismo. 

Como o álcool é diurético, a combinação dele com a bebida energética pode provocar uma desidratação ainda maior do corpo. Por isso, mesmo em pequenas quantidades, a mistura de energético e álcool deve ser evitada.

O consumo moderado somente da bebida energética não traz consequências negativas, se você estiver fora dos grupos de risco. Mas, em excesso, o energético pode causar diversos problemas que foram citados aqui, como desidratação e até vício.

Sendo assim, lembre-se sempre de consumi-lo com moderação. E, para manter seu organismo ainda mais saudável, que tal conferir 8 benefícios de parar de fumar? 

 

O que você achou deste artigo?

Clique nas estrelas

Média da classificação / 5. Número de votos:

Nenhum voto até agora! Seja o primeiro a avaliar este post.

Como você achou esse post útil...

Sigam nossas mídias sociais

Lamentamos que este post não tenha sido útil para você!

Vamos melhorar este post!

Diga-nos, como podemos melhorar este post?

>
Rolar para cima
× Precisa de ajuda? Fale conosco! Available from 08:00 to 20:30