Fibromialgia: dor por todo corpo

  • admin 
dor por todo corpo
()

Fatos Rápidos

  • Fibromialgia afeta entre 2-4% das pessoas, mais frequentemente as mulheres do que os homens.
  • Fibromialgia não é uma doença autoimune ou uma doença com base em inflamação, mas a pesquisa sugere que o sistema nervoso esteja envolvido.
  • Os médicos diagnosticam fibromialgia com base em todos os sintomas relevantes do paciente (o que você sente), não mais com base apenas no número de lugares sensíveis durante um exame.
  • Não há nenhum teste para detectar esta doença mas você pode precisar fazer exames laboratoriais ou raios-x para descartar outros problemas de saúde.
  • Embora não haja nenhuma cura, medicamentos podem reduzir os sintomas em alguns pacientes.
  • Os pacientes também podem se sentir melhores com cuidados pessoais adequado, tais como exercícios e dormir o suficiente.

Fibromialgia é um problema de saúde neurológica comum que causa dor generalizada e sensibilidade à dor (sensibilidade ao toque). A dor e a sensibilidade tendem a ir e vir e mover-se pelo corpo. Na maioria das vezes, as pessoas com esta doença crônica (a longo prazo) são fatigadas (muito cansadas) e tem problemas de sono. O diagnóstico pode ser feito com um exame cuidadoso.

O que é fibromialgia?

Fibromialgia é uma condição de saúde crônica neurológica que causa dor por todo o corpo e outros sintomas. Outros sintomas da fibromialgia em pacientes com mais frequência são:

  • Sensibilidade ao toque ou pressão afetando os músculos e, algumas vezes, articulações ou até mesmo a pele
  • Fadiga severa
  • Problemas de sono (acordar não revigorado)
  • Problemas de memória ou de pensar claramente

Alguns pacientes também podem ter:

  • Depressão ou ansiedade
  • Dores de cabeça de enxaqueca ou tensão
  • Problemas digestivos: Síndrome do intestino irritável (comumente chamado de SII) ou doença do refluxo gastresofágico (muitas vezes referida como DRGE)
  • Bexiga hiperativa ou irritável
  • Dor pélvica
  • Desordem da articulação temporomandibular – muitas vezes chamado de ATM (um conjunto de sintomas, incluindo dor facial ou mandíbula, clique no maxilar e zumbido nos ouvidos)

 

O papel do reumatologista e do cirurgião vascular

Fibromialgia não é uma forma de artrite (doença de articulação). Não causa inflamação ou danos para as articulações, músculos ou outros tecidos. No entanto, pela fibromialgia poder causar cansaço semelhante à artrite e dor crônica, algumas pessoas podem aconselhá-lo a ver um reumatologista. Outras pessoas buscam o cirurgião vascular pelas queixas dolorosas. Como resultado, muitas vezes um reumatologista detecta essa doença (e exclui as doenças reumáticas) e o vascular exclui as doenças vasculares. Para cuidados a longo prazo, você não precisa continuar com o reumatologista ou cirurgião vascular. Seu especialista de atenção primária, o clínico geral, pode fornecer todos os cuidados e tratamento que você precisa para fibromialgia.

 

O que você achou deste artigo?

Clique nas estrelas

Média da classificação / 5. Número de votos:

Nenhum voto até agora! Seja o primeiro a avaliar este post.

Como você achou esse post útil...

Sigam nossas mídias sociais

Lamentamos que este post não tenha sido útil para você!

Vamos melhorar este post!

Diga-nos, como podemos melhorar este post?

nv-author-image

Alexandre Amato

O Dr Alexandre Amato é médico, professor de cirurgia vascular da Universidade de Santo Amaro (UNISA), e tem quatro especialidade médicas reconhecidas pelo MEC e respectivas sociedades: cirurgião geral, cirurgião vascular, angiorradiologista e ecografista. Formou-se na Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (PUC-SP) e especializou-se em vários hospitais privados e públicos em São Paulo. Aprofundou-se em cirurgia vascular em Milão, no hospital San Raffaele da Università Vita-Salute. Quando voltou, fez seu doutorado em cirurgia cardiotorácica na Universidade de São Paulo (USP). Fundou a Associação Brasileira de Lipedema para divulgar conhecimento de qualidade às mulheres portadoras de Lipedema.