fbpx

Trombose Venosa Profunda

A) Vaso com lesão, B) Vaso ocluido por trombo
()

Trombose Venosa Profunda

2021-10-19 17:22:47
()

Já falamos sobre trombose venosa profunda (TVP) antes, mas como é um assunto muito importante e que necessita de tratamento rápido, é sempre bom relembrar. A trombose venosa profunda é uma doença que afeta o sistema venoso, provoca dor e inchaço na região afetada e tem inúmeras causas e fatores de risco. Pode evoluir para doenças mais sérias e precisa ser tratada o quanto antes. Veja com mais detalhes a seguir.

 

Trombose Venosa Profunda: o que é

Como o nome já diz, a trombose venosa profunda é uma doença que acontece subitamente após a formação de um trombo (uma espécie de coágulo) dentro do sistema venoso mais profundo. A doença atinge especialmente as pernas e coxas, mas também pode afetar os membros superiores.

Esse trombo pode ainda seguir o trajeto da veia e obstruir o fluxo sanguíneo, mesmo distante do local em que se formou, levando a condições de saúde grave. De acordo com pesquisas médicas, 1 em cada 4 pessoas morre em todo o mundo em decorrência das complicações da TVP.

YouTube video

 

Trombose venosa profunda aguda

A fase aguda da doença é aquela em que o próprio corpo se encarrega de desfazer o coágulo. Normalmente, é a fase do surgimento do problema. É o momento ideal para tratar e agir de forma preventiva.

Trombose venosa profunda crônica

A fase crônica se caracteriza pela evolução da doença, já com algumas complicações nas paredes das veias, como o surgimento de varizes, dor, vermelhidão, inchaço, rigidez na pele, dermatite ocre e úlcera.

Principais sintomas da trombose venosa profunda

Quando é formado, o coágulo gera uma obstrução do fluxo de sangue causando um acúmulo do líquido na região afetada. Nesse momento, o corpo tenta combater essa agressão iniciando um processo inflamatório. 

E é por isso que surgem os sintomas da doença. Assim, se essa trombose acontece nas veias profundas da perna, encontraremos uma perna inchada, dolorosa e mais quente se comparada com a outra perna. Confira a seguir os sintomas:

  • Dor;
  • Inchaço;
  • Temperatura mais alta na perna atingida;
  • Sensação de rigidez
  • Vermelhidão;

Se esse trombo se desprende e chega ao pulmão, pode dificultar grande parte da troca gasosa, levando a uma intensa e súbita falta de ar. A esse evento chamamos de tromboembolismo pulmonar ou, embolia pulmonar (EP). Outros sintomas são:

  • Dificuldade para respirar que se intensifica com a realização de esforço físico;
  • Dor na região das costas, muito semelhante a um infarto;
  • Tosse com a presença ou não de muco.

Como vimos, a trombose venosa profunda também pode atingir os membros superiores apresentando sintomas, como:

  • Dor;
  • Desconforto;
  • Inchaço (edema);
  • Dormência;
  • Sensação de fraqueza.

A trombose venosa profunda nem sempre é identificada na fase inicial e pode levar a sequelas e mesmo a óbito pelo acometimento pulmonar. 

Por isso, também é chamada de doença assintomática pois, na maioria dos casos, não apresenta sintomas e, quando surgem, não são facilmente assimilados pelo paciente. Contudo, vale a pena ficar atento a esses sinais para que a doença seja identificada o mais rápido possível.

Quais são as causas da trombose venosa profunda?

A trombose venosa profunda pode ser causada por algumas razões específicas. Ela acontece mais comumente em pessoas hospitalizadas e imobilizadas como aquelas que estão passando por pós-cirurgias ou que, por qualquer motivo, não podem se movimentar.

Também é uma característica de quem faz viagens frequentes de avião e permanece por muitas horas na mesma posição, inviabilizando o fluxo sanguíneo e sua trajetória natural pelas veias e artérias.

Além disso, gestantes, portadores de doenças inflamatórias ou degenerativas e, em algumas situações, indivíduos previamente saudáveis também podem sofrer com a doença.

Os motivos pelos quais a trombose venosa surge já são conhecidos há mais de 100 anos e é denominado de  tríade de Virchow, ou seja, há três condições clássicas que predispõem à trombose: 

  1. A lesão da parede de um vaso que impede a circulação; 
  2. O represamento do sangue venoso dentro das veias; 
  3. Qualquer situação em que há uma tendência de o sangue coagular mais facilmente.

Além disso, também temos os fatores de risco que, apesar de não causarem diretamente a doença, fazem com que o indivíduo se torne mais suscetível ao problema. Os principais são:

Tabagismo: as substâncias presentes no cigarro causam sérios danos às paredes de vasos, veias e artérias, prejudicando a circulação sanguínea;

Uso de anticoncepcionais e realização de tratamento hormonal: os hormônios aumentam o risco da formação dos coágulos;

Hereditariedade: lesões ou deformidades nas paredes das veias podem ter fator genético, o que aumenta o risco da doença, assim como acontece com quem tem algum parente que já sofreu com a trombose venosa profunda;

Presença de varizes: as varizes são veias doentes e que impedem a circulação sanguínea;

Obesidade: estar acima do peso aumenta as chances da TVP, uma vez que a composição química do sangue é alterada e a inflamação do corpo aumenta. Também supõe-se que a pessoa obesa tem baixa mobilidade, o que eleva o risco de sofrer com a doença.

Além disso, outros fatores de risco são:

  • Insuficiência cardíaca;
  • Câncer;
  • Sobrepeso;
  • Idade avançada;
  • Uso de alguns medicamentos.

Como tratar a trombose venosa profunda

O tratamento deve ser realizado na fase aguda com o objetivo de reduzir o trombo, prevenir a ocorrência da complicação pulmonar e diminuir o represamento venoso. 

Para isso, são utilizados medicamentos anticoagulantes que devem ser indicados e manuseados somente por médicos, pois possuem riscos. O médico especialista no tratamento da trombose é o cirurgião vascular.

Além disso, podem ser necessárias outras medidas para evitar a complicação pulmonar, como:

  • A inserção de um filtro na veia cava – importante veia que leva o sangue até o coração;
  • O uso de meias elásticas para a elastocompressão e;
  • O uso de medicamentos sintomáticos.

Fica fácil perceber também que pessoas sedentárias e obesas têm uma maior tendência à trombose. O mesmo acontece após cirurgias, pois o estresse do corpo gera uma tendência à coagulação associada à imobilidade na cama. 

Nesses casos, portanto, a prevenção ocorre pelo cultivo de hábitos de vida saudável, por estar em dia com seu check-up vascular e também por ter acompanhamento e orientação médica em relação a outras condições inerentes à saúde.

Assim, o tratamento deve ser realizado de forma preventiva e não só com foco na solução dos sintomas. Apesar de incômodos, os sinais da trombose venosa profunda não são a causa, mas uma manifestação da doença. E a causa é que deve ser, de fato, tratada.

A trombose venosa profunda é uma doença grave, com complicações sérias e mais comum do que se imagina, infelizmente. Ficar atento aos sintomas, conhecer os fatores de risco e tentar ficar longe deles, e manter uma rotina regular de visitas ao médico são medidas importantes de combate e controle da doença.

 

YouTube video

 

O que você achou deste artigo?

LEIA TAMBÉM:  Aneurismas venosos
LEIA TAMBÉM:  Aneurismas venosos

Clique nas estrelas

Média da classificação / 5. Número de votos:

Nenhum voto até agora! Seja o primeiro a avaliar este post.

Como você achou esse post útil…

Sigam nossas mídias sociais

Lamentamos que este post não tenha sido útil para você!

Vamos melhorar este post!

Diga-nos, como podemos melhorar este post?

Tratamentos possíveis:

()

Sempre procure seu médico para indicar o melhor tratamento. Não faça auto medicação.

O que você achou deste artigo?

Clique nas estrelas

Média da classificação / 5. Número de votos:

Nenhum voto até agora! Seja o primeiro a avaliar este post.

Como você achou esse post útil...

Sigam nossas mídias sociais

Lamentamos que este post não tenha sido útil para você!

Vamos melhorar este post!

Diga-nos, como podemos melhorar este post?

LEIA TAMBÉM:  Malformação arteriovenosa

O que você achou deste artigo?

Clique nas estrelas

Média da classificação / 5. Número de votos:

Nenhum voto até agora! Seja o primeiro a avaliar este post.

Como você achou esse post útil...

Sigam nossas mídias sociais

Lamentamos que este post não tenha sido útil para você!

Vamos melhorar este post!

Diga-nos, como podemos melhorar este post?

>
Rolar para cima
× Precisa de ajuda? Fale conosco! Available from 08:00 to 20:30