fbpx

Jejum intermitente

Jejum intermitente
()

Nesse post vou falar um pouco sobre o jejum intermitente, uma técnica que faz mais sucesso a cada dia que passa e possui muitos adeptos.

Você sabe o que é e como fazer jejum intermitente?

Confira abaixo essas dúvidas que são as mais comuns e tudo o que você precisa saber sobre o jejum intermitente.

Jejum intermitente.

Em primeiro lugar, vou falar o que é o jejum intermitente.

A prática do jejum intermitente, é uma atividade milenar, ligada principalmente a atos religiosos.

No entanto, essa prática passou a ser utilizada também por quem deseja perder peso.

Em resumo, o jejum intermitente é uma prática onde se intercala horas em jejum seguido de horas de uma alimentação balanceada.

Além disso, os períodos em jejum e os períodos em que se alimenta é feita geralmente de forma programada.

Apesar de não ser uma dieta que exige que você coma determinadas coisas, como em outras dietas mais restritivas, no jejum intermitente existem, por exemplo, recomendações de como quebrar esse jejum.

Como fazer o jejum intermitente?

Agora que você já sabe o que é o jejum intermitente, é crucial saber como fazer da forma correta.

Em primeiro lugar, é significativo salientar que a partir de 14 horas é o tempo em que o corpo quando em jejum começa o processo de cetose. A cetose também é atingida na dieta cetogênica.

O que é indispensável para de fato ser considerado jejum intermitente.

Portanto, o jejum intermitente geralmente é feito a partir de 14 horas de jejum.

Porém, algumas pessoas preferem fazer de 16 horas, outras de 18 e até de 24 horas.

No entanto, é meritório procurar um nutricionista que vai poder te orientar melhor qual o tempo ideal de jejum para você.

Além do tempo de jejum, é valoroso saber o que se pode ingerir durante o jejum intermitente com o intuito de não quebrar essa privação.

Alguns exemplos do que pode ser ingerido são:

  • Chás sem açúcar ou adoçante.
  • Café sem açúcar ou adoçante.
  • 1 limão (esse limão pode ser espremido na água)
  • Bastante água.

Qualquer outro alimento, inclusive sucos Detox e suplementos como creatina e glutamina, quebram o jejum, portanto, durante o jejum, é marcante estar atento ao que vai consumir.

Acima de tudo, é valoroso também definir quantas vezes será feito o jejum intermitente por semana. Nesse caso um nutricionista também pode te orientar qual a melhor quantidade de acordo com seu perfil e objetivo.

Como quebrar o jejum?

Depois de feito o jejum é necessário voltar a alimentação, ou seja, quebrar o jejum.

O ideal na hora de quebrar o jejum intermitente é que você dê preferência aos alimentos de baixo índice glicêmico.

Por exemplo, queijos, ovos, leite, iogurtes, frutas, vegetais frescos, cereais integrais e leguminosas.

Além disso, evite quebrar o jejum com pães e doces.

Acima de tudo, no período em que você vai se alimentar, tenha uma alimentação salutar, como resultado você vai conseguir colher os benefícios dessa dieta.

Benefícios.

Como toda dieta, ela só vale a pena se proporcionar benefícios.

Alguns dos benefícios do jejum intermitente são:

  • Melhora do controle glicêmico.
  • Longevidade.
  • Perda de peso.
  • Melhora da inflamação sistêmica.

Contraindicações.

Diferente do que muitos falam, o jejum intermitente não faz mal à saúde.

No entanto, é preciso ficar atento às contraindicações e identificar motivos que não permitam aderir ao jejum.

Por exemplo, o jejum intermitente não é indicado para mulheres grávidas, crianças e idosos.

Além disso, por mulheres que estão amamentando, por pessoas que praticam exercícios físicos, que tem gastrite e que têm diabetes tipo 1 e é dependente de insulina.

Fora as contra indicações acima e sendo feita com a orientação de um profissional, a prática do jejum não causa malefício à saúde, além de quase não ter contra indicações.

Efeitos colaterais.

No início do jejum o corpo ainda está se acostumando com o processo de cetose e com os corpos cetônicos como fonte de energia.

Por esse motivo, alguns efeitos colaterais são comuns e normais.

Mas, em alguns dias o corpo se acostuma e então não é mais sentido esses efeitos.

Além disso, é recomendado se manter sempre hidratado, a hidratação é crucial na dieta do jejum intermitente, principalmente no começo quando se sente esses efeitos.

Alguns dos efeitos colaterais no início dessa dieta são:

  • Dor de cabeça.
  • Fadiga.
  • Mal estar.

Prof. Dr. Alexandre Amato

YouTube video

 

O que você achou deste artigo?

Clique nas estrelas

Média da classificação / 5. Número de votos:

Nenhum voto até agora! Seja o primeiro a avaliar este post.

Como você achou esse post útil...

Sigam nossas mídias sociais

Lamentamos que este post não tenha sido útil para você!

Vamos melhorar este post!

Diga-nos, como podemos melhorar este post?

>
Rolar para cima
error: Alert: Content selection is disabled!!
× Precisa de ajuda? Fale conosco! Available from 08:00 to 20:30