Síndrome das mãos inchadas

Mãos inchadas
()

Quem caminha ou corre enfrenta uma síndrome bem incômoda: “O inchaço das mãos durante a atividade física”.

O que é?

A “Síndrome das mãos inchadas” ocorre quando uma pessoa caminha ou corre por mais de 60 minutos.

O distúrbio é provocado pela circulação sanguínea deficiente durante a prática do exercício.

  1. O sangue depois de ser bombeado para irrigar os órgãos do corpo volta ao coração. Este é o princípio da circulação sanguínea.
  2. No caso dos braços e das mãos, o sangue é levado pelas artérias subclívias direita e esquerda para as veias que irrigam os membros inferiores.
  3. No caminho inverso, as veias lunares braqueria e outras menos profundas retornam o sangue para o musculo cardíaco.
  4. Quando uma pessoa se exercita, a frequência cardíaca aumenta e os vassos se dilatam
  5. A ação da gravidade dificulta o retorno do sangue, causando o inchaço
  6. Como a pessoa não movimenta as mãos elas incham. O incômodo passa minutos depois no final da caminhada ou corrida

Elevar os braços pode acelerar o desinchaço nessa situação.

Outras causas de inchaço:

  • calor
  • doenças renais
  • retenção de líquido
  • artrose
  • anasarca
  • trombose: sim, pode ocorrer trombose em membros superiores; e tromboflebite
  • torções, contusões, traumas
  • insuficiência cardíaca
  • linfedema

É importante fazer o diagnóstico diferencial de Síndrome de Raynaud.

O que você achou deste artigo?

Clique nas estrelas

Média da classificação / 5. Número de votos:

Nenhum voto até agora! Seja o primeiro a avaliar este post.

Como você achou esse post útil...

Sigam nossas mídias sociais

Lamentamos que este post não tenha sido útil para você!

Vamos melhorar este post!

Diga-nos, como podemos melhorar este post?

LEIA TAMBÉM:  Lipedema. Gordura nas pernas.
nv-author-image

Alexandre Amato

O Dr Alexandre Amato é médico, professor de cirurgia vascular da Universidade de Santo Amaro (UNISA), e tem quatro especialidade médicas reconhecidas pelo MEC e respectivas sociedades: cirurgião geral, cirurgião vascular, angiorradiologista e ecografista. Formou-se na Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (PUC-SP) e especializou-se em vários hospitais privados e públicos em São Paulo. Aprofundou-se em cirurgia vascular em Milão, no hospital San Raffaele da Università Vita-Salute. Quando voltou, fez seu doutorado em cirurgia cardiotorácica na Universidade de São Paulo (USP). Fundou a Associação Brasileira de Lipedema para divulgar conhecimento de qualidade às mulheres portadoras de Lipedema.

Marcações: